Ciência & Tecnologia

Foto: Divulgação

Três estudantes da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e um do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ulbra) venceram a etapa estadual e representaram o Tocantins na fase nacional do Desafio Universitário Empreendedor (DUE), evento organizado pelo Sebrae. Juntos, eles desenvolveram o projeto Ajudativa, ferramenta inspirada em causas sociais, ambientais e humanitárias.

Com o slogan "Direcionando recursos a quem mais precisa", os empreendedores sociais produziram uma plataforma de uso simples e prático (aplicativo e site) com o objetivo de  unir instituições e fundações sem fins lucrativos a toda e qualquer pessoa que se disponibilize a ajudar com a causa, seja em forma de trabalho voluntário, ou de doações.

A atribuição das instituições seria publicar suas campanhas no Ajudativa que captaria voluntários e doadores engajados na causa. Essa captação de recursos ocorreria segundo um sistema de financiamento coletivo conhecido como crowdfunding, no qual o Ajudativa captaria doações de todo o Brasil, repassando às respectivas instituições cobrando uma taxa simbólica de 6,5% para cada financiamento para manutenção da plataforma e futuras expansões (o valor de mercado é de 8%).

Os estudantes apostaram em uma "rede social do bem". “Em tudo que fazemos com o Ajudativa acreditamos que podemos tornar o mundo um local mais solidário, uma grande coletividade. A maneira com que pretendemos fazer isso se tornar realidade é dando às pessoas uma ferramenta para serem cidadãos e seres humanos exemplares e ainda incentivar todos ao seu redor”, explicou o estudante de Arquitetura e Urbanismo da UFT, João Filipe Becker.

Para Mateus Silva Farias Lamas, estudante de Engenharia Elétrica da UFT, quando eles foram a campo puderam perceber que o projeto vai muito mais além da ideia inicial. “Nós já estamos realizando trabalhos voluntários com o Hospital Infantil de Palmas e com os Vicentinos (SSVP), com o objetivo de inspirar nossos seguidores e dar o exemplo, atraindo mais pessoas para nossa causa”, conta.

Toda a etapa de planejamento de funcionalidades já foi concluída. Resta apenas o desenvolvimento do site e aplicativo, que por razões contratuais ainda não foi concluída. A equipe pretende fechar o contrato com o Sebrae, através do programa de aceleração Sebrae Tech, que poderá garantir um trabalho de qualidade e com um bom desconto no valor de desenvolvimento. Após assinar o contrato, o site e aplicativo devem estar prontos dentro de dois meses. Pretendem lançar a plataforma para Android e IOS.

Todos UFT

Acreditamos que é na universidade que separamos os homens dos meninos, pois é aqui que passamos a ter total responsabilidade por nossas decisões e trilhamos nossos caminhos no mundo acadêmico. Na UFT não poderia ser diferente, pois a cada dia estamos mais próximos do mercado de trabalho e da vida real e ao avançar em nossos respectivos cursos sentimos na pele o amadurecimento que a UFT nos proporcionou, não apenas como acadêmicos, mas como futuros profissionais”, ressaltou o estudante João Becker, um dos idealizadores do projeto.

A equipe é formada por João Filipe Becker, estudante do 7º período de Arquitetura da UFT; Mateus Silva Farias Lamas, estudante do 6º período de Engenharia Elétrica da UFT; Daniel Marlon Felix Siqueira, estudante de Engenharia Ambiental, ingresso em Agosto (2016.1) na UFT e Ivo Oliveira Silva, estudante do 7º período de Engenharia Civil do Ceulp Ulbra.