Polí­tica

Foto: Douglas Gomes

Em entrevista à imprensa nesta terça-feira, 5, a presidente Dilma Rousseff fez uma provocação em relação à de realizar novas eleições presidenciais neste ano. A presidente disse nem rechaçar nem aceitar a iniciativa, mas ressaltou que só discutirá o assunto quando tanto a Câmara dos Deputados como o Senado aceitarem também participar de um processo eleitoral antecipado.

"Convence a Câmara e o Senado de abrirem mão de seus mandatos. Aí, vem conversar comigo", disse Dilma.

Desafio

O deputado federal César Halum (PRB-TO) já se manifestou publicamente sobre a fala da presidente Dilma Rousseff sobre a convocação de novas eleições.

Em vídeo divulgado em redes sociais, o republicano afirmou que aceita encerrar seu mandato de deputado federal e se submeter ao "crivo da população, com novas eleições", desde que a presidente renuncie. “A presidente está achincalhando novamente os brasileiros. Meu mandato não está sendo questionado por nenhuma irregularidade, mas eu aceito o seu desafio”, disse.

A possibilidade de novas eleições foi levantada nesta terça-feira também pela Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva. A presidenciável lidera pesquisa Datafolha de intenções de votos à presidência para 2018, tendo entre 21% e 24% das intenções.