Estado

Foto: Divulgação

Buscando agilizar o andamento de processos nas varas cíveis e criminais, a Comarca de Cristalândia deu início, nesta terça-feira (5/4), a um mutirão de audiências no Fórum que atende ao município e às cidades de Lagoa da Confusão e Nova Rosalândia. A expectativa é realizar 60 audiências.

A primeira etapa do mutirão segue até quinta-feira (7/4) e tem como foco as audiências cíveis, com matérias nas áreas patrimoniais, família, guardas e adoções. Ao todo, 30 audiências foram agendadas. Já entre os dias 12 e 14 de abril, a previsão é realizar outras 30 audiências nas varas criminais.

De acordo com o juiz titular da Comarca de Cristalândia, Wellington Magalhães, ao menos quatro mutirões são realizados ao longo do ano. Esta é a primeira mobilização em 2016. “Reunimos os processos mais antigos, incluindo os processos de meta, para o bom andamento dos trabalhos. Neste contexto, é relevante ressaltar o apoio do Ministério Público, da Defensoria Pública e dos advogados que atuam nos casos”, frisou, ressaltando ainda a colaboração do juiz Márcio Soares da Cunha, titular da Comarca de Paranã, que também conduz as audiências.