Economia

Foto: Divulgação

O empresário da indústria do aço, idealizador e presidente do Conselho Superior do Movimento Brasil Competitivo (MBC), Jorge Gerdau, cumpre agenda em Palmas com instituições públicas e privadas na próxima quinta-feira, 7. Às 14 horas, Gerdau participa do Debate Brasil Competitivo com empresários mobilizados pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) e Sebrae Tocantins, instituições realizadoras do evento. O debate acontece no auditório da nova escola do Senai (CETEC – Centro de Educação e Tecnologia/Quadra 201 Norte).

O Movimento Brasil Competitivo (MBC) atua como agente mobilizador entre os diferentes segmentos e setores do país na busca pela excelência em gestão e melhoria da produtividade e competitividade brasileira. Busca, para isso, soluções inovadoras para os gargalos estruturais do país, tendo como parâmetro o planejamento de ações e programas com objetivos de curto, médio e longo prazo. No Debate em Palmas, que tem a parceria do MBC, Jorge Gerdau palestra sobre Planejamento de Longo Prazo.

“Um dos pilares do sucesso de qualquer empreendimento é o planejamento. Discutir este tema com um empresário líder em seu segmento, como Jorge Gerdau, somará muito para os empresários tocantinenses”, avalia o presidente da Fieto, Roberto Magno Martins Pires.

Já o superintendente do Sebrae Tocantins, Omar Hennemann afirma que ouvir pessoas que têm experiência para compartilhar é muito bom e ouvir Jorge Gerdau “com sua trajetória vitoriosa, será uma aula”, salienta Omar Hennemann.

Para falar sobre infraestrutura e logística foi convidado o engenheiro especialista Guilherme Xavier. A mediação será feita pelo presidente executivo do MBC, Cláudio Gaspal.

Palestrantes

Jorge Gerdau Johannpeter é presidente do Conselho superior do MBC e do Conselho Consultivo da Gerdau, grupo líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais do mundo.Com forte atuação na busca pela qualidade da gestão nos setores público e privado, é fundador do Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade e do Movimento Brasil Competitivo.

É membro das Academias Internacional e Brasileira da Qualidade e integra o Conselho da Fundação Nacional da Qualidade. Nas áreas de educação e cultura, preside os Conselhos de Governança do movimento Todos Pela Educação e da Fundação Iberê Camargo. É vice-presidente do Conselho da Fundação Bienal do Mercosul e integrantes do Conselho da Parceiros Voluntários.

Guilherme Xavier é o Diretor Executivo do escritório de São Paulo do Movimento Brasil Competitivo. Trabalhou com diversos clientes de diferentes indústrias tais como infraestrutura, telecomunicações, bancos, automotiva, energia e outras com foco em projetos de estratégia, desenvolvimento de novos negócios e operações.

Ele é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade de Brasília (UnB), possui mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina e um título de MS/MIS pela Boston University. Anteriormente à sua carreira de consultor, Guilherme foi professor do departamento de Engenharia de produção da Universidade Federal de Minas Gerais.