Meio Ambiente

Foto: Aislane Lisboa Marques

A gestão da Área de Proteção Ambiental (APA) do Parque Estadual do Jalapão, promoveu nesta última quinta-feira, 7, com o apoio do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), o II encontro com a comunidade quilombola do Rio Novo. A reunião teve como objetivo estreitar e fortalecer a relação entre a instituição e os comunitários daquela região.

A reunião teve inicio com uma roda de conversa sobre a percepção da comunidade sobre os efeitos do fogo bom e os incêndios, bem como as consequências negativas para os recursos naturais. Em seguida foi apresentada a revisão do mapa falado, para o aprimoramento de estratégias para 2016.

Outros temas de interesse da comunidade foram abordados, a exemplo do destino dos resíduos sólidos e a Instrução Normativa nº 02/2005, que trata sobre os procedimentos para a emissão da licença de coleta e manejo do capim dourado. 

Também foi tema de destaque a Portaria nº 042/2016, que refere sobre a proteção ao pato mergulhão, além da Linha Verde, 0800 83 11 55, canal de denúncias de crimes ambientais de acesso ao cidadão. Por fim ocorreu o agendamento das queimas. 

Para a Supervisora de Gestão de Unidade de Conservação, Rejane Ferreira Nunes, a elaboração do calendário de manejo do fogo de forma integrada é fundamental. Ela explica que os pequenos produtores da comunidade usam o fogo como alternativa de renovação da pastagem e do capim dourado, além de proteção dos brejos e rios. “Desde o ano passado, a APA do Jalapão em parceria com a Prefeitura de Mateiros, vem dialogando com os comunitários, tendo o Manejo Integrado do Fogo (MIF) como uma das estratégias de gestão”.

Educação ambiental

Com a proposta de despertar nas crianças do lugar a educação ambiental, o voluntário Delmar Camilo Soares desenvolveu um trabalho sobre a percepção ambiental, que finalizou com a confecção de um livrinho de poesias feito com material reciclado. 

O encontro foi realizado, com apoio do Projeto Cerrado-Jalapão e contou com a participação dos comunitários, dos brigadistas da Prefeitura de Mateiros, Adão Silva de Oliveira e Ronan Mamédio de Moura. Além dos agentes do MIF do Parque Estadual do Jalapão, Reinaldo Tavares de Sousa e Aislane Lisboa Marques.

Além da supervisora da APA, Rejane Ferreira Nunes, estiveram a frente da organização do evento, a assessora Técnica da GIZ e moderadora do encontro, Cassiana Solange Moreira, o agente de Manejo do Projeto Cerrado-Jalapão, Adão Batista Sousa e o voluntário da APA, Delmar Camilo Soares.