Esporte

Foto: Divulgação Apesar de problemas com equipamento Vander fechou a prova em 9º lugar em sua categoria Apesar de problemas com equipamento Vander fechou a prova em 9º lugar em sua categoria

O sargento do Corpo de Bombeiro do Estado do Tocantins Vander Praxedes disputou o Ironman Palmas 70.3, neste último domingo (10) e garantiu a 9ª colocação na categoria 30 a 35 anos e 18ª na categoria geral. O resultado garantiu ao atleta uma vaga para o Campeonato Mundial Ironman que acontece em setembro na Austrália.

Nos 1.9 km de natação Vander cravou 34min52seg, já nos 90.1 km de ciclismo o atleta acabou perdendo tempo por conta de um problema no equipamento. Ao dar as primeiras pedaladas Vander percebeu que o pneu estava furado e teve que voltar para realizar a troca, o atleta concluiu a etapa de ciclismo com 02h14min16seg. Nos 21.1 km de corrida o bombeiro conseguiu se recuperar cravando 01h39min51seg. Vander fechou a prova com o tempo de 04h40min36seg.

“Quando percebi o problema na bike, a torcida foi muito importante, a todo o momento a galera me incentivou, e isso ajudou bastante. Quando voltei para a prova estava bem atrás, mas logo percebi que estava passando a frente dos atletas que competem forte. Fechei a prova abaixo do tempo que esperava, mas conseguir a vaga para o Mundial foi fantástico, estou muito feliz” esclareceu o atleta.

Ironman

Na edição do Ironman Palmas 70.3, participaram mil atletas, de 22 países. O evento distribuiu US$ 75.000,00 de premiação para os profissionais, além de pontos no ranking e 35 vagas para os atletas amadores no Campeonato Mundial Ironman 70.3, que acontecerá em Sunshine Coast, em Queensland, Austrália.

Na Elite masculino, o britânico Tim Don, garantiu a terceira vitória consecutiva no Brasil, completando os 1.9 de natação, 90.1 km de ciclismo e 21.1 km de corrida, com o tempo de 3h53min10seg, mais de três minutos à frente do segundo colocado, o australiano Leon Griffin. Paulo Roberto Maciel da Silva Junior foi o melhor brasileiro, com o tempo de 4h04min24seg. Entre as mulheres, a vitória ficou com a canadense Magali, em 4h21min17seg, seguida pela alemã Anja Beranek, 4h25min04seg, e a norte-americana Linsey Corbin, 4h28min02seg. O Brasil garantiu o sétimo lugar, com Ariane Monticeli, e o nono, com Gisele Bertucci.