Esporte

Foto: Adilvan Nogueira O acendimento da pira olímpica marcou oficialmente o início dos Jets e dos Parajets 2016 O acendimento da pira olímpica marcou oficialmente o início dos Jets e dos Parajets 2016

Respeito mútuo, disciplina, companheirismo e amor ao esporte foram as tônicas durante a abertura dos XXVI Jogos Estudantis do Tocantins (Jets) e dos III Jogos Paradesportivos Estudantis do Tocantins (Parajets). Pela primeira vez, a maior competição interescolar do Estado foi realizada fora de Palmas. A cidade escolhida foi Arraias, município histórico localizado no sudeste tocantinense. 

Ao todo, cerca de 300 estudantes representaram as 13 Diretorias Regionais de Educação do Tocantins. Eles vieram de seis municípios vinculados à DRE [Diretoria Regional de Ensino] de Arraias e trouxeram, em seus abre-alas, elementos que representavam a cultura das macrorregiões que compõem a rede estadual de ensino.

Entre os participantes, a expectativa pelo evento era grande. Antes mesmo de iniciar a abertura oficial da competição, Sérgio André Ribeiro Ricardo, coordenador pedagógico do Colégio Estadual Joana Barbosa Cordeiro, já comentava sobre o trabalho que era controlar a vontade dos alunos de entrarem em quadra para a competição de futsal. “O trabalho tem sido muito grande, da mesma forma que a ansiedade dos alunos. Acho que quando eles derem o pontapé inicial na partida, irão se acalmar”, completou.

A etapa regional de Arraias inicia nesta quarta-feira, 13, e segue até o final de semana. Luciano Ramalho Martins, capitão da equipe de futsal do Joana Barbosa Cordeiro, destacou o empenho do time nos treinamentos. “Nós treinamos todos os dias e a nossa meta é chegar até a etapa nacional”, disse, otimista. 

O mesmo espírito foi demonstrado pela aluna Winy Nunes, da Escola Estadual Zulmira Magalhães, do distrito de Cana Brava, em Arraias. Para ela, a convivência dos atletas durante os jogos é muito importante para a formação pessoal de cada um deles. “Ter a oportunidade de conhecer muitas pessoas e fazer novas amizades é sempre muito bom. Mesmo assim, queremos sempre a vitória porque nos dedicamos muito para chegar até aqui”, destacou.

Do lado de dentro do ginásio de esportes do município de Arraias, apresentações musicais com a banda da 1ª Companhia Independente da Polícia Militar empolgavam as centenas de pessoas na arquibancada. Declamação de poesia e apresentação de dança com alunos da região completaram o momento cultural da solenidade de abertura. 

Para a diretora Regional de Educação de Arraias, Leila Maria Florêncio, a possibilidade de sediar o evento é uma grande alegria para a DRE. “O esporte tem essa característica de incentivar entre os alunos a boa convivência com companheiros e adversários; a conviver com as conquistas e com as frustrações. Possibilita também o desenvolvimento integral em todas as áreas do conhecimento humano”, pontuou.

Após o acendimento da pira olímpica, que contou com a participação de alunos/atletas e paratletas, o secretário de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adão Francisco de Oliveira, destacou o desporto como uma das ferramentas para a implantação efetiva da educação integral e humanizada, modelo educacional preconizado pelo Governo do Estado.

“Pela primeira vez, nós descentralizamos a abertura oficial dos Jets. Para nós, é extremamente importante descentralizarmos as ações, levar para todas as regiões do Tocantins e garantir esse processo de integração, de sentimento de pertencimento e o envolvimento de todos os estudantes e professores nesse movimento de educação integral e humanizada”, complementou, antes de declarar oficialmente abertos os Jets e os Parajets 2016.