Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Federal, deflagrou na manhã desta quarta-feira, (20/04), uma nova fase da Operação Pronto Socorro. Deflagrada em dezembro de 2014, a primeira fase teve como objetivo reprimir os crimes de fraude à licitação e desvio de recursos públicos no âmbito da Secretaria de Saúde do Estado do Tocantins (Sesau/TO). 

Esta nova fase é fruto do desdobramento das investigações realizadas segundo a análise dos dados obtidos a partir da quebra do sigilo bancário de empresas envolvidas no esquema criminoso, requeridas pelo Ministério Público Federal em Palmas.

Estão sendo cumpridos 11 Mandados de Busca e Apreensão, sendo 10 na capital e 1 em Divinópolis/TO, expedidos pelo Juízo da 4ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Tocantins em desfavor de 5 empresas, além de pessoas físicas envolvidas no esquema delituoso. Participam da operação 43 policiais federais.

Saiba mais sobre a Operação