Polí­tica

Foto: Divulgação Vereador Lúcio Campelo vai apresntrar o pedido de instalação de uma CPI para investigar a gestão de Palmas Vereador Lúcio Campelo vai apresntrar o pedido de instalação de uma CPI para investigar a gestão de Palmas

O deputado estadual Wanderlei Barbosa (SD) fez críticas nesta terça-feira, 26, à gestão da Prefeitura de Palmas, comandada pelo prefeito Carlos Amastha. O parlamentar falou de uma denúncia por vereadores de Palmas contra a gestão da capital por irregularidade em operação tapa buraco. “Porque que eles compram e prestam conta como asfalto quente e estão colocando asfalto frio que não tem durabilidade. Essa é a condição! Essa é a verdadeira situação que Palmas vive hoje”, disse o deputado.

Segundo Wanderlei, a gestão atual não contribuiu para Palmas ficar “mais bonita”. “Falam assim: Palmas está mais bonita! Aí você passa, aí eu pergunto: qual foi o asfalto feito por esse prefeito que está aí para o centro de Palmas estar mais bonito?! Porque as NS todas estavam prontas, as nossas LO todas estavam prontas. Hoje eu vejo que até a grama dos canteiros centrais estão sendo substituídas por malva, ervas daninhas e também por capim”, complementou.

Energia Cortada e outros

O deputado Wanderlei Barbosa ainda informou sobre corte de energia no distrito de Taquaruçu. “Em Taquaruçu as pessoas ficaram sem poder servir a comunidade, muitas pessoas tiveram seus negócios prejudicados, posteriormente foi em quadras esportivas. Anteontem passava e via alguém reclamando que estava sem sinal de televisão no distrito”, disse.

Para Wanderlei, a situação é para lamentar. “Isso me impressiona diante do orçamento superior a R$ 1 bilhão ano. O que esse prefeito está fazendo com esse orçamento que não dá conta de pagar energia?! Nós passamos nas ruas e nas praças públicas de Palmas e ficamos impressionados. Ontem fui deixar uma pessoa na 101 e vi a condição daquela praça. Uma praça pública abandonada, destruída pelo descaso da Prefeitura de Palmas” disse. 

Na Câmara 

Com a presença do secretário de Infraestrutura, Christian Zini, na sessão desta terça-feira na Câmara de Palmas, o vereador Lúcio Campelo (PR) também comentou sobre o corte de energia e falou da necessidade em fazer a roçagem da cidade. "No Aureny IV nós temos praça que está fechada pelo mato, ao lado de unidade de Saúde. A energia da quadra não funciona, o ginásio de esportes está há seis dias sem energia elétrica. A gente requer ao senhor prefeito que esse tipo de situação não ocorra. Isso é vexatório para a cidade. A maioria das quadras de esporte deste município estão com energia cortada. O que está acontecendo? A gente está aqui pedindo, implorando para esses recursos públicos arrecadados retornem na nossa cidade, retornem pelo menos como pagamento de energia", disse.

Milton Neris disse que o prefeito de Palmas está gastando com iluminação e com limpeza pública quatro vezes mais do que gastava a gestão anterior “e não tem resultado que é o serviço para a população!”, disse. O parlamentar falou em pedido de afastamento do prefeito. “Queria pedir que venha os processos para esta Casa para a gente fiscalizar ou então a gente vai ter que pedir o afastamento do prefeito. Crime de Responsabilidade Fiscal porque ele está atrapalhando, inviabilizando o legislativo de poder fiscalizar”, frisou.

CPI 

O vereador Lúcio Campelo vai apresentar o pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a gestão de Palmas. "Diante da documentação e dos argumentos e do não atendimento da gestão em apresentar documentação, nós vamos apresentar o pedido de CPI. Para que nós consigamos entender o porquê nós trouxemos de São Paulo mais de 180 bitrens de asfalto ensacado o ano passado, sacos de 25 kg. E quero saber quem que recebeu porque não existe depósito para caber esse tanto de material", disse. 

O prefeito de Palmas está em viagem para fora do Brasil. (Atualizada às 8h35min do dia 27/04/16)