Economia

Foto: Divulgação

Refletindo o cenário econômico do país, o consumo para o Dia das Mães deverá ser menor nas três maiores cidades do Tocantins. De acordo com a pesquisa “Expectativa de Consumo – Dia das Mães 2016”, realizada pelo Instituto Fecomércio em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), Palmas, Araguaína e Gurupi apresentaram a média de 58,5% neste ano contra 72,7% de 2015, revelando uma queda de 14,2% na intenção de consumo de um ano para outro. A Capital teve 54,4%, Araguaína 58,9% e Gurupi, com o maior índice, 62,2%.

“Se você juntar o alto custo do crédito, o aumento do nível de endividamento e também do desemprego, só pode dar nisso: um menor consumo numa data tão especial para o brasileiro e tão importante para o comércio”, ressaltou o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni.

Em Palmas, a intenção é presentear as mães (65%), tendo como preferência a aquisição de peças de vestuário (32%), e adquirindo entre uma e duas peças (72,5%). A pretensão média de gasto com maior apelo é entre R$ 50,00 e R$ 100,00 (20,6%). A forma de pagamento mais citada foi em dinheiro (67%).

Ainda na Capital, o local preferido para a realização dessa compra será o comércio de rua (44%). Dos que pretendem parcelar a compra, 43,9% disseram que o farão em até 3 vezes. A promoção foi o item mais citado como fator decisivo para a compra segundo 30,2%. A maioria, ou seja, 78,5% das pessoas que possuem intenção de presentear, irão realizar pesquisa de preço nesta data comemorativa. E 49,8% afirmaram ter presenteado no Dia das Mães do ano passado.

Em Araguaína – a segunda maior intenção apontada – presentearão as mães (79,5%), adquirindo também vestuário (33,7%), comprando de um a dois presentes (95,7%) e gastando também entre R$ 50,00 e R$ 100,00 (28,1%). A forma de pagamento em dinheiro também foi a mais apontada (54,5%).

Ainda em Araguaína, o local de compra mais lembrado também foi o comércio de rua (73,4%), o parcelamento em até 3 vezes também foi o mais citado (54,8%). O fator decisivo para a compra mais foi o desconto no preço (31,2%).  O total de 70,2% afirmou que realizará pesquisa de preço antes da compra, e 63,4% dos araguainenses disseram ter presenteado na mesma data em 2015.

Em Gurupi, cidade que obteve o maior índice na intenção de presentear (62,2%), o alvo dos presentes será também as mães (72,8%), comprando também peças de vestuário (31,6%), com intenção de adquirir de um a dois presentes (96,4%) e comprando também no comércio de rua (93,1%).

Ainda em Gurupi, a previsão média de gastos para 40% dos entrevistados é entre R$ 50,00 e R$ 100,00, com pagamento em dinheiro (75,5%), parcelando também em até 3 vezes (63,6%).  O fator decisivo para a compra será o atendimento (29,7%). Mais da metade, ou seja, 53,5% farão pesquisa de preço antes da compra e 62,9% disseram que presentearam no Dia das Mães no ano passado.

A pesquisa

O levantamento da expectativa de consumo para o Dia das Mães visou também definir o perfil do consumidor nessa data, a ser celebrada no segundo domingo de maio, dia 8. A pesquisa ouviu o total de 1.194 pessoas, sendo 401 em Palmas, 399 em Araguaína e 394 em Gurupi. E foi aplicada entre os dias quatro e sete de abril deste ano em Palmas, e entre os dias 30 de março e dois de abril em Araguaína e Gurupi.

Por: Redação

Tags: Dia das Mães, Fecomércio, Itelvino Pisoni