Campo

Foto: Luciano Ribeiro

Técnicos agropecuários, produtores, estudantes de agrárias e demais interessados na cultura de seringueiras terão a oportunidade de conhecer melhor as práticas adequadas de manejo que podem proporcionar uma vida útil mais longa aos seringais, durante a Feira de Tecnologia Agropecuária (Agrotins 2016). A feira começa na terça-feira, 3, e prossegue até sábado, 7, no Centro Agrotecnológico de Palmas, saída para Porto Nacional. 

O curso faz parte de uma série de informações que serão apresentadas ao público, pela Diretoria de Políticas para Agricultura e Agronegócio da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), através de cursos e palestras, durante a 16ª edição da Agrotins e acontece na sexta-feira, 6, a partir das 14h, e mostra, na prática, técnicas de sangria, poda, irrigação e adubação dos seringais.

A demonstração acontece na área externa da Agrotins, no espaço de transferência de tecnologias. E o objetivo é mostrar aos participantes que é possível produzir uma borracha natural e de maior qualidade sem danificar as árvores em produção, proporcionando uma vida útil mais longa aos seringais do Estado.

“O curso de sangria garantirá a produção de qualidade do seringal já que o manejo incorreto pode danificar a árvore”, reforça o engenheiro florestal da Gerência de Agroenergia e Florestas, Fernando Dorta. 

Agrotins é promovida pelo Governo do Estado do Tocantins, por meio da Seagro e vinculadas, Agência da Defesa Agropecuária (Adapec), Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e apoio de instituições financeiras e entidades de classe ligadas ao setor produtivo.