Campo

Foto: Pedro Barbosa Após aplicar as primeiras doses da vacina, o governador ressaltou a sanidade do rebanho Após aplicar as primeiras doses da vacina, o governador ressaltou a sanidade do rebanho

O governador Marcelo Miranda abriu oficialmente neste sábado, 30, a primeira etapa da campanha estadual de vacinação contra a febre aftosa deste ano, que será realizada no período de 1º a 30 de maio. A solenidade foi realizada na Fazenda Santa Tereza, no município de Filadélfia, no norte do estado. Na ocasião, o governador comentou sobre a sanidade do rebanho tocantinense, que este ano completa 19 anos com status livre de aftosa com vacinação, e o papel importante dos produtores nesse processo.

“O Tocantins comemora 19 anos livre dessa doença graças aos esforços de todos que fazem o agronegócio funcionar de maneira responsável, de acordo com as recomendações sanitárias”, disse o governador ao conclamar os produtores para, mais uma vez, ajudar a superar a meta de vacinação do Ministério da Agricultura, que é de 90% do rebanho.

Marcelo Miranda citou, ainda, as exigência dos mercados nacional e internacional e a importância do estado manter o foco na sanidade do rebanho para conquistar divisas. Lembrou que o Tocantins exporta carne para a Rússia, Egito, Irã, Iraque, China, Emirados Árabes e a expectativa é conquistar o mercado americano. “Esperamos que ainda este semestre o Brasil amplie as relações comerciais com os Estados Unidos, com a inclusão da carne bovina na pauta de exportações”, disse o governador, ressaltando que o boi verde tocantinense está pronto para atender essa demanda.

O presidente da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), Humberto Camelo, disse que os índices de vacinação alcançados pelo estado representam a certeza do dever cumprido junto aos produtores nos 139 municípios do Tocantins. “A execução de políticas públicas de erradicação da febre aftosa certamente vai ajudar a conquistar o status de estado livre da doença”, ressaltou ele, destacando o empenho e os compromissos dos pecuaristas com a sanidade do rebanho.

Para Pedro Bento, proprietário da Fazenda que sediou o evento, a solenidade foi importante e serviu de incentivo para que todos os demais criadores também imunizem os seus rebanhos. “A sanidade do rebanho é fundamental para aceitação do nosso produto no mercado”, destacou.

A campanha

A primeira etapa da vacinação no Tocantins será realizada no período de 1º a 30 maio e vai atingir todos os bovídeos, independentemente da idade. O produtor rural tem até 10 dias, após a compra da vacina, para comprovar a imunização do rebanho e, caso não faça a vacinação, será multado em R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada.

A expectativa do governo do Estado é superar a meta de vacinação do Ministério da Agricultura, que é de 90% do rebanho, e manter o índice do ano passado no Tocantins, quando foram vacinados 8.125.402 animais, dos 8.185.721 existentes, o que representa 99,26% do rebanho tocantinense. No mês de novembro ocorre a segunda etapa da vacinação, quando serão imunizados os animais com até 24 meses de idade.

Livre da Aftosa

Em 2016 o Tocantins completa 19 anos com o status de estado livre de aftosa com vacinação. De acordo com o Ministério da Agricultura, 23 estados brasileiros e o Distrito Federal são reconhecidos internacionalmente como livres de febre aftosa com vacinação. O Plano de Ação Nacional prevê erradicar a Febre Aftosa no continente americano até 2020.

Exportações

A carne bovina tocantinense vem ganhando espaço no mercado internacional e constitui um dos principais produtos da pauta de exportações tocantinenses. Em 2015 a venda do produto para o mercado externo alcançou 50 mil toneladas, o que corresponde a US$ 161.173.713. As exportações tocantinenses são para a Rússia, Egito, China (Hong Kong), Irã, Iraque, Argélia, Emirados Árabes, Líbia, Venezuela.

Contribuem para esse desempenho a logística privilegiada e o incentivo do governo do estado para a instalação de novas indústrias, que contribuem para o crescimento das exportações, aliados a sanidade do rebanho tocantinense.

A abertura desta primeira etapa contou com a participação dos deputados estaduais, Valderez Castelo Branco e José Bonifácio, o deputado federal César Halum, o prefeito de Filadélfia, Edenilson da Silva e Sousa, além de secretários de estado e produtores rurais da região.