Polí­tica

Foto: Divulgação

No Dia do Trabalhador, 1° de maio, a vice-governadora e pré-candidata à Prefeitura de Palmas pelo PV, Cláudia Lelis, destacou a importância da classe trabalhadora no desenvolvimento de Palmas e do Tocantins. "A força de Palmas e do Tocantins vem das mãos dos nossos trabalhadores e trabalhadoras. Com a união de todos poderemos avançar e vencer esse momento de dificuldade", disse Cláudia Lelis.

Cláudia Lelis almoçou, nesse domingo, na companhia de integrantes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Tocantins, o CTB. A participação no evento realizado no Restaurante Paulista, na 303 Norte, foi um convite da entidade à pré-candidata. “Estamos caminhando com a vice-governadora Cláudia Lelis e em breve vamos nos reunir para declarar apoio a sua candidatura”, disse o presidente do CTB, Antonildo Alexandre de Medeiros.

No seu breve pronunciamento, Cláudia Lelis, direcionou suas palavras para trazer uma reflexão sobre o seu papel no momento em que o País vive. “Agora mais do que nunca é o momento de erguer a cabeça, olhar para frente e ter fé, porque a força do nosso País, do nosso Estado e da nossa Capital, está nas mãos de cada homem e de cada mulher”, destacou ma ocasião.

A pré-candidata ressaltou ainda que o futuro está nas mãos destes trabalhadores que há 27 anos ajudam a construir o Estado e a Capital. “Não tenho dúvidas de que a coragem e a vontade do nosso povo de ver o nosso Estado e a nossa cidade avançar e andar para a frente vai fazer com que novos tempos nasçam”, enfatizou a pré-candidata.

No seu pronunciamento, Medeiros enfatizou que a presença da pré-candidata no evento demonstra o seu comprometimento com a classe trabalhadora. “Desde 2013 tentamos marcar uma  audiência com a gestão municipal, mas nunca pudemos ser ouvidos”, completou ainda, ao se referir à dificuldade de acesso a atual gestão municipal.

O evento contou com a presença de diversos representantes classistas, como o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins (Sisepe), Cleiton Pinheiro; do Sindicato Tocantinense dos Trabalhadores em Conselhos Federais, Clerivan Costa Souza e de entidades como enfermeiros; agentes de saúde e endemias; fotógrafos e cinegrafistas; pescadores; educadores; trabalhadores rurais e associação de moradores.