Campo

Foto: Doemi Cintra

Com um grande fluxo de visitantes e negociações, a 16ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária (Agrotins 2016), faltando apenas um dia para o encerramento, caminha para repetir o sucesso do último ano. Mesmo com a expectativa da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) de um volume de vendas menor, os expositores esperam equiparar ao negociado em 2015.

A expectativa de diminuição de 20% nos negócios, de acordo com a Secretaria da Agricultura, leva em consideração as intempéries ambientais identificadas neste ano em decorrência do fenômeno climático El Niño e a instabilidade política e econômica do País. Entretanto, os expositores estão otimistas. Para o diretor comercial da empresa Metropolitana de maquinários agrícolas, Charles Portela, pela primeira vez participa da Agrotins, os negócios foram positivos. “Já vínhamos prospectando novos clientes antes mesmo da feira iniciar, mas consolidamos todos eles aqui”, afirmou.

De acordo com o empresário Fausto Garcia, proprietário do grupo Unigel de produção de sementes, as vendas deverão fechar com saldo positivo. “O ano é um pouco diferente, tivemos um período mais difícil nesta safra, mas os produtores estão comparecendo. Então acredito que vamos alcançar os números do ano passado”, reforçou. Produtor de sementes para toda a região do Matopiba, o empresário ressaltou o sucesso da feira entre os estados do Maranhão, Piauí, Bahia e Tocantins. “A Agrotins é uma oportunidade para apresentar as novidades para os nossos produtores. É uma feira de extrema importância e para a região do Matopiba, é a mais importante”, afirmou.

Ovinos e Caprinos

Com uma ampla aceitação no mercado local, o comércio de ovinos e caprinos de leite vem se consolidando no Tocantins. O criador Itamar Rodrigues, trouxe caprinos da raça Sannnen, cuja característica é a grande produção de leite. Morador da Capital, ele participa pela terceira vez da Agrotins e afirma que comercializou cada filhote a R$ 300,00. “As vendas superaram as expectativas. Além de muito nutritivo, o leite de cabra possui bastante procura no mercado só necessita uma maior divulgação”, ressaltou. O produtor Leonardo Damaso Coêlho também é prova disso. Ele comemora a grande procura por matrizes durante a Agrotins 2016.  Também participando da feira pela primeira vez, trouxe ovinos da espécie Santa Luzia e comercializou cada matriz com valores entre R$ 1.500,00 a R$ 1.800,00. “As vendas foram muito boas. Ano que vem pretendo voltar, com certeza”, afirmou.

Por: Redação

Tags: