Saúde

Foto: Divulgação

Acontece nesta quinta-feira, 19, em Palmas, um circuito de bicicleta, que partirá do Parque Cesamar e seguirá até a Praia da Graciosa. A bicicletada faz parte da programação da Campanha Maio Amarelo, que propõe a realização de ações educativas em todo o Estado para sensibilização da comunidade quanto a adoção de comportamentos que reflitam na disseminação da cultura de paz no trânsito.

Após a partida, programada para as 19 horas, está prevista uma parada dos ciclistas na Praça dos Girassóis, onde estarão acontecendo atividades corporais baseadas em práticas chinesas (Lian Gong).

A técnica da Área Estadual de Acidentes e Violências, Simone Gondim, explica que o Maio Amarelo se transformou em uma campanha intersetorial que propõe a condutores, passageiros, ciclistas e pedestres a reflexão sobre a corresponsabilidade de cada indivíduo na prevenção de acidentes de trânsito.

Impacto dos acidentes

Dados oriundos dos dois maiores hospitais do Tocantins demonstram bem as consequências de um trânsito inseguro e revelam que a maior parcela de vítimas circula sobre duas rodas. Segundo registros de atendimento de vítimas de acidente de trânsito do Hospital Regional de Araguaína (HRA) em 2015 o total de 82,7% (990) dos 1.197 acidentados internados estavam em uma motocicleta no momento do acidente. Também em 2015, no Hospital Geral de Palmas (HGP) 66,4% (1.608) dos 2.419 acidentados atendidos também transitavam de motocicleta quando o acidente ocorreu.

Os números deste ano, entre os meses de janeiro e abril, apontam que 850 pessoas deram entrada no HGP vítimas de acidente de trânsito. Somente no último mês de abril foram 271 atendimentos. Já no HRA, entre os meses de janeiro e março 228 pacientes chegaram ao hospital com envolvimento em acidente.