Estado

Foto: Divulgação

Em comemoração ao dia mundial contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, a Prefeitura de Porto Nacional, por meio da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (SETAS) e o Centro Especializado de Assistência Social (CREAS) realizaram nesta última quarta-feira, 18 de maio, a inauguração das obras de reforma do Creas do município.

O prefeito Otoniel Andrade ainda assinou a ordem de serviço para a construção das novas instalações do equipamento social, advindo de recursos federais e a entrega de um automóvel zero quilômetro para melhor atender toda a demanda necessária do município.

Durante o evento a assistente social Ana Pereira Negry foi homenageada pelos anos de contribuição dedicados ao município, recebendo um certificado de excelência das mãos do prefeito, Otoniel Andrade e do secretário municipal do Trabalho e Assistência Social, Otoniel Andrade Costa Filho, que manifestaram ali sua gratidão. “Assim como A Aninha, gostaria de agradecer toda a equipe da Setas pela dedicação com que trabalham a assistência social do município, nos colocando entre as 50 secretarias de destaque em todo o Brasil. Esperamos que com a construção das novas instalações do Creas possamos melhorar ainda mais nossos atendimentos e levar mais qualidade de vida a comunidade”, disse Otoniel Filho.

18 de Maio

Após a solenidade, o prefeito Otoniel Andrade, juntamente com vereadores, secretários e participantes do evento seguiram em caminhada pelo centro da cidade, com crianças e adolescentes em uma campanha contra o abuso e exploração sexual.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, instituído pela Lei Federal 9.970/00, no dia 18 de Maio, é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro. Esse dia foi escolhido, porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Crime Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados. Esse crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune. A intenção do 18 de Maio é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta.

A equipe do Creas ainda realizou uma tarde de mobilização na Escola Estadual Marechal Arthur da Costa e Silva, levando aos alunos informações a cerca das formas de denúncia contra o abuso sexual, palestras do Conselho Tutelar e apresentações artísticas com os alunos da Apae e o grupo de Karatê dos CRAS do município.