Saúde

Foto: Divulgação

Hugo Magalhães, candidato à presidência do Sindicato dos Médicos (Simed) pela chapa 2, em suas visitas e conversas com os médicos do estado, expôs as propostas do grupo de oposição, destacando as responsabilidades que um sindicato atuante deve trabalhar para representar a luta da classe médica.

Uma das propostas destacadas por Magalhães é a responsabilidade coma saúde da população. Para o candidato, é o papel do sindicato a responsabilidade de promover a atenção básica à saúde da população, lutando pela valorização da humanização da medicina, denunciando irregularidades, fazendo a defesa do sistema SUS e o seu aprimoramento entre outras ações em prol essa responsabilidade.

“Implementaremos novos valores que irão somar com a luta já existente pela busca de uma saúde pública de qualidade. Será criado o Simed Social que apoiará a realização de mutirões e palestras para as comunidades e também lutaremos pelo aumento do orçamento da saúde pública e cumprimento dos limites constitucionais”, destacou Magalhães.

Outras ações pela saúde da população que serão realizadas pela chapa 2 “responsabilidade classista” é a fiscalização da atuação de médicos com diplomas não revalidados, o fortalecimento dos conselhos de saúde (Estadual e Municipais) e o apoio nas  campanhas de conscientização de saúde preventiva de acidentes de trânsito e de trabalho.

O combate pela terceirização de serviços de saúde que prejudiquem a população também está na lista das ações que serão realizadas. “Fiscalizaremos constantemente o governo para que as decisões que prejudiquem a classe médica e a população não sejam tomadas. Estaremos sempre de olho também nas contratações de médicos estrangeiros sem a revalidação do diploma. Não vamos aceitar que má gerencia dos governos cause problemas na assistência à saúde da população e consequentemente dificulte o trabalho dos médicos”, disse.

Por: Redação

Tags: Hugo Magalhães, Simed