Polí­cia

Foto: Divulgação

Durante a segunda fase da “Operação Expediente Integrado”, que aconteceu no último domingo, 29, em todo Estado do Tocantins, a Polícia Militar por meio do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) realizou apreensões de pescado e de espécies da fauna silvestre nas cidades de Palmas e Gurupi.

Em Palmas, a ação ocorreu por volta das 18h30, na Avenida JK, saída para Paraíso do Tocantins. Um homem que trafegava pela Avenida foi abordado pela equipe ambiental, no veículo os policiais localizaram 17 quilos de pescado diversos, sem comprovante de origem do órgão ambiental competente. Diante da situação o condutor recebeu um auto de infração, com multa no valor de R$ 1.040,00 (mil e quarenta reais), e teve o material apreendido conforme prevê a legislação ambiental.

Gurupi

Já na cidade de Gurupi, dois homens foram autuados, durante blitz realizada pela PM na Rodovia TO 374, Km 01, saída para Dueré. O primeiro indivíduo estava em um veículo Renault Sandero, com placa de Brasília-DF, e transportava no bagageiro do automóvel vinte e cinco (25) quilos de pescados diversos, sem nota fiscal e sem licença de pesca. O homem disse aos policiais que havia pescado no Rio Loroti, município de Lagoa da Confusão. 

O acusado foi encaminhado juntamente com o material apreendido à Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante pelo crime ambiental e recebeu auto de infração no valor de R$ 1.200,00. O material também ficou detido.

Ainda no mesmo local, outro indivíduo também foi detido por transportar pescado de forma ilegal e espécimes da fauna silvestre abatido. O acusado trafegava em um automóvel Fiat Pálio, com placa de Gurupi-TO e transportava um jacaré abatido, dois mutuns, além de 45 quilos de pescado (pacu). Questionado sobre o material, o home disse aos policiais que não possui licença de pesca e havia adquirido o material de índios em uma aldeia na Ilha do bananal.

O acusado também foi encaminhado à Central de Flagrantes da Polícia Civil em Gurupi, sendo autuado por crime ambiental e recebeu ainda dois autos de infração, um no valor de valor de R$ 1.500,00 pelo transporte dos animais silvestres abatidos, e outro no valor de R$ 1.600,00 pelo transporte ilegal do pescado. Todo material ficou apreendido.

Por: Redação

Tags: Gurupi, Polícia, Polícia Militar