Saúde

Foto: Divulgação

O implante capilar, também chamado de transplante capilar ou micro transplante capilar, passa a ser realizado no Tocantins através do cirurgião plástico, Ícaro Samuel, que fez uma parceria com dois renomados médicos, cirurgiões plásticos, Dra Raquel Camelo e Dr Cristian Haesbaert, de Brasília/DF, com vasta experiência em implante capilar. Juntos os três atenderão as demandas do Tocantins, fazendo esse procedimento na capital.

O primeiro transplante da equipe foi realizado em Palmas/TO, no último sábado dia 28, com sucesso. Trata-se de uma cirurgia plástica de recolocação dos fios de cabelos transplantados do próprio paciente de uma área para outra. Essa é considerada a melhor solução para combater a calvície.

O médico, Ícaro Samuel, diz que  o transplante melhora a aparência e a autoconfiança, "mas, os resultados podem, não necessariamente, corresponder ao seu ideal, por isso é sempre bom escolher um profissional habilitado e que explique como se dá todo o processo”, diz.

Melhores Candidatos

Antes de decidir fazer a cirurgia, o cirurgião aconselha que o paciente pense cuidadosamente sobre suas expectativas e as discuta com o médico escolhido. É importante entender que todas as técnicas de transplante capilar usam seu próprio cabelo. O objetivo da cirurgia é encontrar o uso mais eficiente para o cabelo existente. Candidatos à cirurgia de transplante capilar devem ter crescimento capilar saudável na parte de trás e nas laterais da cabeça para servirem como áreas doadoras.

"Se você e seu médico chegarem à conclusão de que o transplante capilar é a melhor opção para você, fique tranquilo, pois cirurgiões plásticos credenciados já realizam este procedimento há mais de trinta anos", afirma Samuel.

O médico, entretanto, alerta que há limites para o que pode ser alcançado. Um indivíduo com pouco cabelo não pode ser encorajado a se submeter à cirurgia de transplante capilar, segundo o cirurgião.

Os cirurgiões plásticos são os líderes em expansão de tecido, um procedimento comumente utilizado em cirurgia reconstrutora para reparar queimaduras e lesões com perda significativa de pele. A sua aplicação em cirurgia de transplante capilar tem apresentado resultados excelentes, em um período relativamente curto de tempo.

Queda de cabelo

A queda de cabelo é causada, principalmente, pela combinação de envelhecimento, alteração hormonal e histórico familiar de calvície. Como regra geral, quanto mais cedo se inicia a queda capilar, mais severa a calvície se tornará. A queda de cabelo também pode ser causada por queimaduras ou trauma, caso em que a cirurgia de transplante capilar é considerada um tratamento reconstrutor.

Em mulheres

Alguns médicos estimam que uma, em cada cinco mulheres, apresentem algum grau de queda de cabelo, sendo geralmente causada pelo envelhecimento, doenças ou alterações hormonais após a menopausa. As mulheres tendem a apresentar uma sutil diminuição de cabelo por todo o couro cabeludo, em vez de perder chumaço de cabelo, como é comum em homens. Algumas mulheres são bem sucedidas usando medicamento tópico. A eficácia destes fármacos varia em algumas pacientes e simplesmente impede a queda de cabelo, sem estimular o crescimento. A cirurgia de implante capilar pode ser a resposta a indivíduos que se sentem desconfortáveis com qualquer uma destas opções. (Atualizada às 15h10min do dia 31-05-2016)