Polí­tica

Foto: Divulgação  Podem participar do programa estudantes da 2ª e 3ª série do ensino médio com idade entre 16 e 22 anos Podem participar do programa estudantes da 2ª e 3ª série do ensino médio com idade entre 16 e 22 anos

As inscrições para o Programa Parlamento Jovem Brasileiro (PJB) foram prorrogadas até o dia 19 de junho. O prazo, que antes era até a próxima sexta-feira, 10, acabou sendo estendido a pedido dos estados participantes do programa. O PJB possibilita que alunos do ensino médio vivenciem o processo democrático, mediante a participação em uma jornada parlamentar na Câmara dos Deputados.

De acordo com a técnica de Projetos Educacionais da Seduc, Vaneide Labres, até o momento, apenas dois projetos foram recebidos pela coordenação estadual do programa, um na área do Meio Ambiente e outro na área da Saúde. “É importante reforçar a importância do programa que fomenta ações positivas junto aos alunos”, destacou.

Podem participar estudantes da 2ª e 3ª série do ensino médio com idade entre 16 e 22 anos. Para se inscrever é preciso elaborar um projeto de lei que leve em conta a realidade local ou nacional, observando os problemas que precisam de solução, sugerindo possíveis alternativas. A iniciativa é desenvolvida pela Câmara dos Deputados em parceria com o Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed) e coordenada, no Tocantins, pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc).

Cabe ressaltar que a participação dos alunos no programa deverá ser efetivada pelas unidades de ensino. “Os projetos podem ser encaminhados para a comissão avaliadora por e-mail, ou por meio das Diretorias Regionais de Educação (DRE)”, destacou Vaneide. O e-mail para envio dos projetos é tocantins.pjb2016@gmail.com.

Parlamento Jovem

O Programa Parlamento Jovem Brasileiro é realizado anualmente e dá posse a 78 alunos de escolas púbicas e particulares de todo o país como deputados jovens e proporciona a eles a oportunidade de desenvolver habilidades de argumentação, além de contribuir para a construção de um olhar crítico sobre a realidade e potencializar a atuação do protagonismo juvenil. 

Em 2015, a representante do Tocantins no programa foi a estudante Jeovana Campos Maciel, aluna do curso Técnico em Agropecuária, da Escola Família Agrícola de Rio Sono.  O Projeto da educanda propõe que as escolas estaduais instalem sistemas de captação de água das chuvas para o reaproveitamento na unidade de ensino.