Educação

Foto: Elias Oliveira

Compartilhar novas metodologias de ensino e promover o incentivo aos educadores que trabalham com educação em tempo integral são objetivos do I Encontro de Formação com Técnicos da Educação Integral, que está sendo realizado no auditório da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, nesta quinta-feira, 23 e sexta, 24.

Participam da formação, técnicos da Educação Integral das 13 Diretorias Regionais de Educação e servidores da Secretaria Estadual da Educação, Juventude e Esportes. Nos dois dias de evento serão discutidos temas como iniciação científica nas escolas, educação ambiental, cultura, avaliações e monitoramento da educação integral. Também serão divulgados editais de incentivo à divulgação dos trabalhos que estão sendo realizados com êxito.

O diretor de Educação Integral da Seduc, Cláudio Nogueira (Kaká), explicou que esse encontro é necessário para compartilhar as políticas educacionais com todos os técnicos que atuam com a Educação Integral. “Em cada Diretoria Regional de Educação temos um servidor que faz o elo entre a Seduc e as escolas, nos repasse das informações, na divulgação das ações de sucesso, no compartilhamento das metodologias de ensino e na observação dos planos estadual e nacional de Educação”, explicou Kaká.

A professora Maria do Rosário Rodrigues, que atua na Educação Integral, falou do compromisso do educador com essa modalidade de educação.  “É preciso ter uma metodologia diferenciada, temos que sair das aulas tradicionais, usar a criatividade e os diferentes espaços como forma de promover conhecimentos”, ressaltou. Ela se referiu aos territórios educacionais, por meio dos quais os professores observam fatores como tempo, conteúdo e espaço e aproveitam as áreas ao redor da escola como museus, quadras esportivas, espaços culturais e ambientais, para implementar e produzir o conhecimento. Maria do Rosário enfatiza que se o professor não tiver esse olhar, a educação integral não acontece de fato.

A superintendente de Desenvolvimento da Educação, Noraney de Fátima de Castro, comentou que o encontro visa acompanhar o cumprimento das metas do Plano Estadual de Educação (PEE). “É um fazer pedagógico, um espaço de socialização dos conhecimentos adquiridos na vivência da escola e, isso, é muito enriquecedor para os educadores”.

A educadora Annadylla Mayra dos Santos Alencar, da Diretoria Regional de Educação de Arraias, contou que lá funcionam em regime de tempo integral, duas escolas. “Quando se implanta uma unidade de tempo integral, no início há um receio, depois a equipe vai se adaptando e percebemos que é uma oportunidade de o aluno se beneficiar desse desenvolvimento integral”, exemplificou Annadylla.