Esporte

Foto: Divulgação

Pela primeira vez seis bombeiras representarão as mulheres na competição Bombeiro de Aço. A prova que testa nervos e limites escolhe nesta quinta-feira, 23, o melhor bombeiro e bombeira nos quesitos de operacionalidade. Nesta edição a prova bateu recorde de inscrições com o total de 28 competidores.

A competição se realiza na manhã desta quinta-feira até às 12 h para as categorias feminino e bombeiro com mais de 35 anos e em seguida se inicia a prova para a categoria masculino. O nível de dificuldade e provas será igual para todos, com uma ressalva, na prova feminina de resgate a vítima pesará 70 kg diferente da vítima da prova masculina que pesará 90 kg.

Durante a tarde a prova retorna às 16h30, a cerimônia de premiação está prevista para às 18h no 1° batalhão. Todos os competidores receberão premiação, já os vencedores do 1° ao 3° lugares receberão um prêmio especial. “Estamos com a expectativa de que este ano seja a melhor prova Bombeiro de Aço já realizada”, destacou o organizador do evento, major Cleber Sobrinho.

Bombeiro de Aço

Criada em 2011, a prova acontece em 2016 no pátio do 1° Batalhão de Bombeiros, no dia 23 de junho, às 16h30. É direcionada aos bombeiros e busca analisar conhecimentos técnicos e operacionais, condicionamento físico, agilidade, resistência e concentração. A competição é composta por quatro fases: subida na torre, içamento de mangueira e descida da torre; teste de força e slalom; arraste de mangueira com extinção de incêndio; e salvamento de vítima inconsciente. Vence o bombeiro que concluir em menos tempo e com menor número de erros.