Polí­tica

Foto: Divulgação

O senador Ataídes Oliveira, presidente regional do PSDB-TO, participa na próxima terça-feira, 5, de audiência com o presidente interino Michel Temer para avaliar a situação das obras inacabadas no Brasil. Na audiência, que foi proposta por Temer, também estarão presentes o presidente do Senado, Renan Calheiros,  e o presidente da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor, Fiscalização e Controle (CMA), senador Otto Alencar.

“Esse é um problema grave, não dá para ficar empurrando o assunto com a barriga. É preciso frear o desperdício de dinheiro público e garantir a conclusão de projetos estratégicos para a melhoria de nossa infraestrutura e da qualidade de vida da população. Vamos colocar essas obras para andar”, destaca Ataídes, que é presidente da Subcomissão de Acompanhamento e Fiscalização de Obras Inacabadas no Senado e apresentou, ainda em 2011, projeto criando carteira de obras inacabadas no País.

Geração de empregos

Ataídes acredita que o empenho do governo federal  neste debate pode acelerar uma solução as cerca de 30 mil obras paralisadas Brasil afora, que já somam mais de R$ 250 bilhões em restos a pagar. Além da perda de  recursos bilionários, o presidente do PSDB/TO chama atenção para a necessidade de reativar projetos que impulsionem a geração de empregos no País.

A expectativa é que o presidente Temer mobilize a equipe ministerial para listar todas as obras paralisadas no Brasil, indicando o impacto social e financeiro e a situação de cada uma. Governadores também devem ser chamados a colaborar. Ataídes alerta, ainda, que, além das obras paralisadas, é preciso discutir as centenas de obras empenhadas mas nem sequer iniciadas no País.