Polí­tica

Foto: Divulgação

Em reunião com o grupo de quadrilha junina Luar de Santo Antônio, no setor Santa Fé II, na noite dessa quinta-feira, 30, a pré-candidata à Prefeitura de Palmas pelo PV e vice-governadora Cláudia Lelis, voltou a falar da necessidade de uma política de incentivo à juventude. Para ela é preciso fortalecer os mecanismos de proteção, ocupação e qualificação por meio de instrumentos como a cultura para afastar a juventude da criminalidade. 

“Precisamos de um centro cultural que atenda a região e contemple, além das quadrilhas juninas, também outras manifestações culturais que possam atrair estes jovens e oferecer um horizonte bom para a vida dessas pessoas. A prefeitura precisa proteger os jovens e não esquece-los como está sendo feito hoje”, disse ressaltando inclusive que a prefeitura já dispõe há tempos de um terreno para a construção de um quadrilhódromo. “Entendo que há falta de vontade política, porque não há motivo para que ainda não tenha sido executado”, disse. 

Cláudia Lelis também falou do esporte como uma resposta à crescente onda de violência no município envolvendo os jovens.  Considerou que os espaços públicos como as praças e quadras são subaproveitados e acabam por servir apenas ao vandalismo.  “São espaços construídos com o nosso dinheiro e acabam depredados e sem uso enquanto deveriam ser ocupados pela comunidade como em ações esportivas e culturais para juventude”, sugeriu. 

Mulheres 

A pré-candidata falou sobre a violência contra a mulher, em encontro na Quadra 1204 Sul. Cláudia Lelis disse que, além de promover a necessária prevenção com a limpeza e iluminação da cidade e a oferta de políticas sociais, é preciso humanizar a rede de atendimento às vítimas.

Claudia Lelis disse que o Estado tem procurado cumprir com o seu dever, anunciando concurso para novos policiais em agosto. Disse que também já se reuniu com os atores envolvidos no atendimento às mulheres vítimas de violência como o estupro para discutir medidas protetivas. “Mas a segurança é responsabilidade de todos e o município também tem que se envolver, independentemente de cor partidária”, afirmou.

A vice-governadora ainda afirmou que a maioria dos problemas enfrentados pelo cidadão hoje em Palmas é falta de um olhar humano na gestão municipal. “A Prefeitura hoje tem como foco a arrecadação e se esquece das pessoas”, observou, ao lembrar do mal atendimento nas unidades de saúde, escolas e creches.            

Também falou da perseguição aos comerciantes, feirantes e ambulantes com excesso de tributos. “É preciso dar um basta às cobranças abusivas e todo este descaso com as pessoas que estamos vivendo em Palmas”, considerou. 

Nordestinos 

Ainda na noite da quinta-feira, 30, a pré-candidata esteve na tradicional festa dos nordestinos, no Aureny I, promovida pela Associação dos Nordestinos do Tocantins.

Por: Redação

Tags: Claudia Lélis, PV