Cultura

Alunos do quarto e oitavo período do curso de licenciatura em Teatro são os responsáveis por trazer a vida o espetáculo "Agamêmnon - Ou quanto vale a vida de um homem?" que será realizada por três dias consecutivos a partir desta sexta-feira, 08, 09 e 10 de julho, na Praia da Graciosa e na Ilha da Canela, às 21 horas. A proposta é transportar todos os espectadores, na ida e volta, para ilha durante o espetáculo. O valor do ingresso será de 20 reais. 

A peça é fruto da junção de alunos de cinco disciplinas ministradas pelo professor Juliano Casimiro em parceria com o Laboratório de Composição Poética Cênica Narratividade e Construção de Conhecimento (Conac). As turmas realizaram ensaios duas vezes por semana por quatro meses, cada ensaio teve em média três horas de duração. Os alunos também foram responsáveis pela criação dos figurinos, maquiagem e cenários, enquanto a trilha sonora foi do acadêmico formando, Diego Santos, também responsável pela direção musical da apresentação. 

Para o professor Juliano Casimiro, o maior desafio de se unir tantas disciplinas, para além de coordenar horários de atividades, é conseguir produzir um espetáculo que nos permita explorar os temas e conteúdos específicos de cada disciplina. Além disso, “um grande desafio é articular o que se está produzindo artisticamente, com a futura profissão dos formandos: professores de teatro”, destacou.

Baseado em parte na mitologia, o espetáculo busca atualizar a história da disputa por Helena que deu origem a Guerra de Tróia transformando-a em uma disputa pela Terra Canela, onde o ponto de discórdia gira em torno do interesse em manter a cultura do povo Canela ou trazer o progresso do povo grego a todo custo. Dessa forma, estabelecendo um elo histórico entre a mitologia grega e a construção da cidade de Palmas. A ideia é principalmente, criar espaços para que seja possível, tanto para o público como também para os integrantes do espetáculo, experimentar a cidade e sua história lúdica e artisticamente. 

O grupo responsável pela peça tem a intenção de compor uma temporada mais duradoura para o espetáculo, além destes três dias de apresentação. Segundo Juliano Casimiro, os alunos estão organizando outras possíveis apresentações que devem acontecer no município de Porto Nacional e uma temporada, a partir de agosto, em Palmas.

Por: Redação

Tags: Agenda Cultural, Praia da Graciosa