Polí­cia

Foto: Dennis Tavares

A Operação Brasil Central Seguro, que aconteceu durante toda quinta-feira, 7, no Tocantins e outros seis estados, além do Distrito Federal, resultou no cumprimento de 28 mandados de prisão, 106 mandados de busca e apreensão e na prisão em flagrante de mais de 50 pessoas em todo Estado.

De acordo com as Polícias Civil e Militar, um dos fatores que ajudou as forças policiais a chegar a estes criminosos e apreender as drogas, foram as denúncias anônimas feitas pelos cidadãos.

Em Palmas, a principal atuação das forças policiais durante a Operação Brasil Central foi nos complexos habitacionais, principalmente na região sul. Segundo o delegado-geral em exercício, Roger Kenewitz, a incidência de tráfico nessas regiões era muito grande, de acordo com as denúncias feitas pela população, pelos números 190 (PM) e 197 (PC).

“As polícias civil e militar constantemente recebem denúncias de moradores, relacionadas ao tráfico e uso de entorpecentes. Fizemos um levantamento nessas áreas críticas que indicaram um maior número de incidentes. Juntamente com o trabalho de investigação da Delegacia Especializada em Repressão a Narcóticos (Denarc), surgiu a necessidade de agir nesses conjuntos habitacionais”, afirma o delegado-geral.

Para o comandante Geral da Polícia Militar, coronel Glauber de Oliveira Santos, as forças de segurança esperam que operações como esta sirvam de estimulo à população para continuar denunciando o tráfico de drogas.

“Muitas vezes aquela pessoa que faz uma denúncia à polícia pensa que não terá resultado, mas, pelo contrário, essas denúncias são registradas, repassadas para uma equipe de investigação e elementos probatórios são levantados. Desta forma, é possível conseguirmos medidas judiciais, como as de ontem, para efetivarmos uma intervenção policial”, completa o comandante.