Polí­tica

Foto: Divulgação

A pré-candidata a prefeita de Palmas e vice-governadora, Cláudia Lelis, voltou a criticar a ausência de diálogo da gestão de Palmas, comandada pelo prefeito Carlos Amastha, com a comunidade, além da falta de investimentos da gestão na Saúde pública. Em evento para lançamento de Divina Márcia (PSDC) como pré-candidata a vereadora, Claudia Lelis disse que uma cidade não é feita apenas de estrutura física. "É feita de pessoas, que são a nossa maior riqueza, o foco deve ser humano, o cuidado com a saúde, afirmou. 

Divina Márcia é administradora e ex-vereadora de Palmas. O evento para lançamento de sua pré-candidatura ocorreu na quadra 305 Sul. 

Outro ponto citado por Cláudia Lelis, no evento, foi a ausência de políticas públicas de inclusão do jovem no que se refere à formação integral e o preparo para o mercado de trabalho. “Faltam políticas públicas de inclusão dos jovens, que em sua maioria, não tem oportunidades e por isso entram no mundo do crime. Falta o hospital que a atual gestão prometeu construir e nunca saiu do palanque. Ele conseguiu 240 milhões (de reais) para o BRT (Bus Rapid Transit), que foi rejeitado pelo MPF (Ministério Público Federal) e o dinheiro devolvido, mas não se preocupou em angariar R$ 50 milhões para construir o Hospital de Emergências que ajudaria a desafogar a Saúde do Estado e cuidar no nosso povo", criticou.

Cláudia Lelis destacou também a necessidade de se instalar uma clínica da família, que atenda, sobretudo, mulheres e crianças. Para ela também é necessário ampliar a oferta de consultas com especialistas. “Passou da hora de melhorar a rede de atendimento às mulheres e às crianças que hoje esperam meses por uma consulta com um especialista”, disse.

Para a pré-candidata, as dificuldades enfrentadas pelo município são reflexo da ausência de diálogo com o povo e seus mais diversos seguimentos. "Porque faz uma gestão de gabinete e de rede social, não conhece as necessidades das pessoas", alfinetou. Citando novamente o BRT, a vice-governadora afirmou: "Com menos de 5% do valor angariado para a obra, teria resolvido os problemas de infraestrutura das estações e pontos de ônibus e também ampliado o número de linhas”.

Apoio

A pré-candidata ao Executivo da Capital lembrou que o PV e seus aliados trabalham junto com a população para construir uma gestão participativa ouvindo as pessoas, buscando novas idéias e estabelecendo parcerias. Sobre isso também destacou a necessidade das escolhas acertadas para vereador e o perfil de Divina Márcia. “O vereador deve ser aquele agente político que está sempre pronto para defender a comunidade, como a Divina Márcia que já tem experiência com o legislativo e que chegando lá não vai virar as costas para a população, o povo já conhece o seu trabalho e no momento certo saberá reconhecer”, finalizou. 

Presenças

O evento foi prestigiado pelos presidente regional e secretário geral do PSDC, Max Fleury e Irmão Elmir, respectivamente. Também compareceram familiares e amigos da pré-candidata à vereadora, de várias regiões do município.