Polí­tica

Foto: Divulgação

O pré-candidato a prefeito de Palmas, Wanderlei Barbosa (SD), vem recebendo a cada dia, um número maior de adesões ao seu projeto rumo ao paço municipal. Indicado pela cúpula do Partido Solidariedade (SD), grupo a que pertence, para concorrer as eleições municipais, Wanderlei é o nome que possui em pesquisas espontâneas feita em Palmas, a menor rejeição entre os possíveis candidatos.

O ex-governador do Tocantins, Sandoval Cardoso (SD), afirmou esta semana que está trabalhando a pré-candidatura do deputado estadual Wanderlei Barbosa. Nesta mesma semana, o ex-deputado federal e Vice-Presidente Nacional do  Solidariedade, Eduardo Gomes, manifestou também o seu apoio a Wanderlei.

Vilmar do Detran,  presidente estadual do Solidariedade no Tocantins , na mesma linha do ex-governador Sandoval Cardoso, afirmou que o momento é de pensar em Palmas e de construir uma aliança para disputar a eleição, e que o nome do deputado Wanderlei Barbosa, tem um potencial muito grande, vem com força total e reúne condições reais para vencer as eleições em Palmas.

Na tarde dessa quinta-feira, 21, Wanderlei Barbosa reuniu-se na Assembleia Legislativa, com os pré-candidatos Luana Ribeiro (PDT), Fabiano Parafusos (PRB),  João Campos (PSC) e líderes do DEM, PROS e PPS para firmarem o compromisso de se unirem em torno de uma candidatura do grupo rumo ao Paço Municipal. Cada um dos presentes garantiu que não apoiará qualquer outro candidato a prefeito que não seja o nome escolhido pelo grupo.

A expectativa é que tenham mais adesão de partidos nos próximos dias. Vários outros partidos de oposição já teriam também sentado com o parlamentar para discutir alianças.

Com o alto índice de rejeição da gestão atual, Wanderlei Barbosa desponta como o nome mais forte entre os já colocados pelos demais partidos e demonstra, pela sua história e capacidade de aglutinar forças em prol de sua candidatura, que está pronto para debater a cidade com os palmenses, pois possui uma relação histórica com a capital desde sua implementação, as dificuldades enfrentadas e vencidas ao longo dos anos, assim como seu profundo conhecimento de seus problemas sociais que o qualificam a comandar Palmas pelos próximos quatro anos.