Polí­tica

Foto: Divulgação

Visitando o Tocantins nesta segunda-feira, 25, em atendimento ao convite da deputada Professora Dorinha (Democratas/TO), o Ministro da Educação Mendonça Filho autorizou a liberação de R$ 20,6 milhões para a Universidade Federal do Tocantins e o Instituto Federal Tecnológico do Tocantins (IFTO). O anúncio foi feito numa solenidade ocorrida no Palácio Araguaia.

Desse total de recurso anunciado, R$ 10 milhões são para a retomada de obras paralisadas nos câmpus da UFT em de Porto Nacional, Arraias, Miracema e Tocantinópolis, e R$ 5 milhões para despesas de custeio. Para o IFTO serão liberados R$ 5,6 milhões, sendo que R$ 3,6 milhões para a construção do câmpus em Lagoa da Confusão, uma vez que a instituição funciona no espaço de uma escola disponibilizado pela Prefeitura Municipal. Ainda R$ 1,5 milhão para retomar a obra em Palmas de R$ 500 mil para finalização do câmpus em Porto Nacional.

Na oportunidade, o governador Marcelo Miranda entregou ao ministro dois ofícios com a proposta de trabalho, por meio de parcerias com o governo federal, de apoio aos municípios na área de alfabetização de crianças, com apoio a formação de professores e para construção de creches. Para o ensino médio, a solicitação foi de apoio do ministério para a implementação do ensino médio integrado com a formação profissional.

A deputada federal professora Dorinha Seabra ressaltou a importância dos anúncios feitos pelo ministro e as propostas apresentadas pelo Governo do Estado. “A vinda do ministro é muito importante, porque se trata de incentivo ao ensino superior no Tocantins, por meio dos investimentos na UFT e no IFTO, que são instituições multicampi e o governador apresentou uma proposta para o fortalecimento da educação no Tocantins”, ressaltou.

Professora Dorinha reforçou ainda que há uma grande expectativa no que diz respeito ao cumprimento do Plano Nacional de Educação e parabenizou o ministro pela sua atuação na redução do contingenciamento de recursos dos municípios.

Mendonça Filho declarou-se atento e compromissado com a Educação no País. “Destinamos atenção especial ao Tocantins, visando dar andamento a obras e projetos de relevância para o setor. Em relação às solicitações do governador, são demandas importantes, relacionadas com a educação infantil, que é de responsabilidade dos municípios, mas que também enxergamos a possibilidade de trabalharmos de forma integrada. O governador é sensível à equidade no ensino [redução na desigualdade] tem tratado a educação como primordial em sua gestão”, destacou. 

Após a reunião no Palácio Araguaia, onde anunciou a liberação de recursos, o ministro fez uma visita ao IFTO e UFT.

A solenidade contou com a presença da reitora Isabel Auller, o vice-reitor Luís Bovolato; o reitor do IFTO Francisco Nairton, secretários de Estado, de presidentes de autarquias, entre outras autoridades.