Educação

Foto: Pedro Barbosa  Da esquerda para direita: deputada federal professora Dorinha Seabra, governador Marcelo Miranda e o ministro da Educação, Medonça Filho Da esquerda para direita: deputada federal professora Dorinha Seabra, governador Marcelo Miranda e o ministro da Educação, Medonça Filho

Em visita ao Tocantins, na manhã desta segunda-feira, 25, o ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, declarou-se atento e compromissado com a Educação no País. “Destinamos atenção especial com o Tocantins, visando dar andamento a obras e projetos de relevância para o setor”, disse. Na oportunidade, o governador Marcelo Miranda solicitou apoio para projeto no ensino médio e propôs o desenvolvimento de políticas públicas para educação infantil respaldadas pela cooperação envolvendo a União, Estado e Municípios. 

Com foco no fortalecimento do ensino no Tocantins, o ministro anunciou o repasse de recurso para instituições de ensino superior e profissional no Estado. Para a Universidade Federal do Tocantins (UFT) foram anunciados cerca de R$ 15 milhões e para o Instituto Federal do Tocantins (IFTO), cerca de R$ 6 milhões.    

Dos R$ 15 milhões liberados para UFT, R$ 10 milhões são para a retomada das obras dos campi de Arraias, Miracema, Porto Nacional e Tocantinópolis. O restante, R$ 5 milhões serão destinados para despesas de custeio. Esse recurso, que também vai ser aplicado na construção, foi uma solicitação da deputada federal Dorinha Seabra, oficializada na última reunião com o ministro, em 22 de junho, com a presença da reitora da UFT, Isabel Auller. 

Já o recurso de R$ 6 milhões anunciados para o IFTO, será usado na construção do Campus Avançado em Lagoa da Confusão, com uma planta padrão de cerca de R$ 4 milhões; reestruturação do Campus de Porto Nacional, com investimento previsto de cerca de R$ 500 mil; e retomada de obras em Palmas, com investimento de R$ 1,5 milhão.  

“Estamos juntos no propósito maior de restabelecer o rumo do desenvolvimento do Brasil, por meio da educação. Acredito que podemos estabelecer novas parcerias, que reforcem a permanência dos alunos nas escolas e a qualidade do ensino oferecido pelo Estado. Por meio da cooperação entre a União, Estado e Municípios, podemos superar todo e qualquer obstáculo”, disse o governador Marcelo Miranda. 

Proposta 

O governador entregou ao ministro dois ofícios com a proposta de trabalho, por meio de parcerias com o governo federal. A primeira proposta é de apoio aos municípios na área de alfabetização de crianças, com apoio a formação de professores e para construção de creches. Para o ensino médio, Marcelo Miranda solicitou o apoio do ministério para a implementação do ensino médio integrado com a formação profissional. 

O ministro recebeu com entusiasmo as demandas estaduais e reforçou a importância da atenção à educação básica. “São demandas importantes, relacionadas com a educação infantil, que é de responsabilidade dos municípios, mas que também enxergamos a possibilidade de trabalharmos de forma integrada. Para o ensino médio, o governador propõe um modelo que já experimentamos em outra época, no Estado de Pernambuco e que obteve muito êxito. O governador sensível à equidade no ensino [redução na desigualdade] tem tratado a educação como primordial em sua gestão”, destacou. 

A deputada federal professora Dorinha Seabra, ressaltou a importância dos anúncios feitos pelo ministro e as propostas do Governo do Estado. “A vinda do ministro é muito importante, porque se trata de incentivo ao ensino superior no Tocantins, por meio dos investimentos na UFT e no IFTO, que são instituições multicampis e o governador apresentou uma proposta para o fortalecimento da educação básica”, ressaltou. 

Presenças 

A solenidade contou com a presença de secretários de Estado, de presidentes de autarquias; professores; representantes da UFT, dentre eles a reitora Isabel Auller, e o vice-reitor Luís Bovolato; do deputado federal Lazaro Botelho, entre outras autoridades.