Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (27) a Operação Bagration com o objetivo de desarticular Organização Criminosa instalada na Prefeitura de Goiatins/TO, que atuava em esquema de fraudes em Contracheques de Servidores para fins de contratação de Empréstimos Consignados.

Cerca de 110 Policiais Federais estão dando cumprimento a 60 mandados judiciais nos Estados do Tocantins e Maranhão, sendo 9 de Prisão Preventiva, 04 de Prisão Temporária, 17 de Busca e Apreensão, 28 de Condução Coercitiva, 12 de Arresto de Bens Imóveis e Bloqueio de Ativos e 06 de Sequestro de Gado, nas cidades de Goiatins, Araguaína, Guaraí, Itacajá, Palmas/TO e Carolina/MA (Povoado Helenópolis). 

Segundo a PF, a investigação iniciada em 2015, revelou a existência de esquema criminoso, cujos integrantes (Prefeito, 1ª Dama, Secretários de Finanças, Saúde, Recursos Humanos, Contadores, dentre outros Servidores Públicos) falsificavam contracheques de Servidores “laranjas”, os quais eram utilizados para a obtenção de empréstimos consignados perante Instituições Financeiras. Na maioria dos Contracheques falsificados constava o cargo de professor de nível fundamental, cujos salários, no referido município, são pagos com recursos do FUNDEB, circunstância que fixou a atribuição da Polícia Federal para atuar no caso.

No decorrer das investigações, foram constatados diversos outros crimes praticados pela Organização Criminosa, como: Desvio de Recursos Públicos, Crimes Eleitorais, Fraudes em Licitações, Corrupção Passiva e Lavagem de Dinheiro. 

Segundo a PF, a Organização Criminosa atua desde o ano de 2012, quando o atual prefeito Vinicius Donnover Gomes, assumiu a Prefeitura de Goiatins/TO. Estima-se que os prejuízos causados pelo esquema aos cofres da União seja de cerca de 10 milhões de reais. 

Nome da Operação

Operatsiya Bagration, foi o codinome para a Ofensiva Bielorrussa na Segunda Guerra Mundial, que retirou completamente as tropas alemãs da República Socialista Soviética da Bielorrússia e Polônia oriental entre 22 de junho e 19 de agosto de 1944. Foi um triunfo militar soviético, devido ao movimento coordenado da ofensiva em todas as frentes e operações para enganar o inimigo até a ofensiva geral, no verão de 1944 (Dia D). Realizando-se um paralelo com as atribuições da Polícia Federal, a mesma pode ser representada como uma vitória da “Guerra” contra a Corrupção.

Conexão Tocantins tentou contato com a Prefeitura de Goiatins mas as ligações não foram atendidas. O espaço continua para posicionamento.