Campo

Em 18 de agosto é comemorado o Dia Nacional do Campo Limpo. A ocasião já reuniu cerca de um milhão de pessoas de todo o Brasil desde sua primeira edição, em 2005. Todos os elos envolvidos no Sistema Campo Limpo – fabricantes, produtores rurais, distribuidores e poder público – e a comunidade do entorno das centrais de recebimento de embalagens vazias celebrarão os resultados e benefícios gerados pelo programa.

Com o tema Conscientizar e Educar Sempre, a 12ª edição foca na importância de ações educativas para o sucesso do trabalho feito pelo inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) e o Sistema. “Para cumprir nossa missão de garantir um planeta mais sustentável às futuras gerações, é necessário disseminar a importância da adoção de boas práticas no campo”, ressalta João Cesar M. Rando, diretor-presidente do Instituto.

No Tocantins, as atividades serão promovidas por duas centrais de recebimento. As cidades de Pedro Afonso e Silvanópolis terão comemorações do evento.

Entre as atividades, haverá o tradicional dia de Portas Abertas, ocasião em que as centrais recebem a comunidade e mostram o trabalho realizado. Ainda serão desenvolvidos mais quatro tipos de atividades relacionadas à conservação do meio ambiente: o DNCL na Escola, que leva uma programação especial com apresentação teatral, exposição de desenhos, gincanas, passeios ecológicos e produção de materiais com temas ambientais a crianças do ensino fundamental; o DNCL Universitário, que promove ações voltadas para estudantes de ensino médio e universitários; o Dia de Campo, evento responsável pela difusão de novas tecnologias e soluções sustentáveis entre agricultores; e a Ação Comunitária, que estimula o envolvimento da comunidade em práticas a favor do meio ambiente.  

Sobre o Dia Nacional do Campo Limpo

O Dia Nacional do Campo Limpo foi instituído no calendário brasileiro em 18 de agosto, por meio da Lei Federal 11.657 de 16 de abril de 2008. Cerca de um milhão de pessoas, de todo o País, já participaram das comemorações; em 2015 foram mais de 100 mil participantes. A celebração da data é realizada pelas centrais de recebimento de embalagens vazias, com apoio do InpEV, seus associados fabricantes de defensivos agrícolas, entidades representativas do setor (Abag, Aenda, Andav, Andef, Aprosoja, CNA, OCB e Sindiveg), organizações públicas (governo municipal e estadual) e privadas, além de outros apoiadores locais.

Sobre o InpEV

Há 15 anos, o InpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) coordena o Sistema Campo Limpo nas atividades de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas e promove ações de conscientização e educação ambiental sobre o tema, conforme previsto em legislação. É uma instituição sem fins lucrativos formada por mais de 100 empresas e nove entidades representativas da indústria do setor, distribuidores e agricultores.

Sobre o Sistema Campo Limpo

Gerenciado pelo InpEV, o Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas. O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração.

Mais informações sobre o Dia Nacional do Campo Limpo, o InpEV e o Sistema Campo Limpo estão disponíveis no site www.inpev.org.br no FacebookYoutubeInstagram.