Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal Vicentinho Júnior (PR-TO) preocupado com o servidor público, sobretudo em defesa ao Estado do Tocantins, votou na madrugada desta quarta-feira, 10, contra o Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/2016, que prejudicava e violava os direitos adquiridos e direitos constitucionais da classe, limitando a atuação de vários entes como Ministério Público, Tribunais de Contas e Defensoria Pública.

A proposta trata da renegociação das dívidas dos estados e do ajuste fiscal aplicado aos servidores públicos, trazendo, segundo o parlamentar, graves consequências negativas por impor severas restrições orçamentárias a todos os órgãos, entre elas: limite de gastos, ocasionado proibição de abertura de novos concursos públicos, contratações de terceirizados e congelamento de salários.