Polí­tica

Foto: Divulgação

Tendo em vista as mudanças trazidas pela Reforma Eleitoral que passará a valer nas eleições municipais deste ano, a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), desembargadora Ângela Prudente, se reuniu no fim da tarde desta quarta-feira (10/8), com os representantes das Instituições Bancarias (Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil) para solicitar um maior empenho com relação a grande demanda para abertura de contas bancárias voltadas à movimentação dos recursos financeiros de campanhas eleitorais.

Com a nova lei, as instituições bancárias devem proceder à abertura das contas destinadas às campanhas eleitorais no prazo de três dias úteis, contados da data do pedido de abertura. As contas bancárias são de abertura obrigatória pelos partidos e para os candidatos a prefeito e a vereador de municípios onde existem agências bancárias ou postos de atendimentos. As contas serão destinadas ao registro de toda a movimentação financeira da campanha eleitoral.

“Dessa forma, em decorrência do elevado número de candidatos que demandará uma maior carga de trabalho para as agências bancárias, peço que as Instituições envide todos os esforços necessários, inclusive priorizando o atendimento destas demandas, no sentido de observar fielmente tal norma, que preconiza que a abertura das contas bancárias de campanha eleitoral sejam abertas pelas agências bancárias no prazo de três dias úteis”, ressaltou a presidente, desembargado Ângela Prudente.

A representante do Banco do Brasil, Thais Martingago Machado, durante a reunião relatou todas as informações sobre os prazos e a importância do tratamento rápido dentro da agência, no entanto, “identificamos uma carência de documentação por parte dos candidatos, então isso acaba atrasando o processo, acho que esse é nosso grande problema”, revelou.

“Acho importante esse nivelamento de informações, já que os prazos foram reduzidos tanto para a Justiça Eleitoral como para os bancos, por isso precisamos mesmo nos anteciparmos para evitar eventuais transtornos”, destacou o representante da Caixa Econômica Federal , Jairan Bandeira Gomes.