Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Militar capturou na madrugada deste sábado,13, no município de Alvorada/TO, os detentos João D. F. A., 29 anos, e Elton de F., 30 anos, acusados de furtarem uma loja de materiais de construção na cidade. Os dois cumprem pena no Presídio de Cariri e foram liberados na sexta-feira, 12, para o “Saidão do dia dos Pais”. Eles estavam com tornozeleira eletrônica. O detento João D. F. foi atingido durante a ação e faleceu a caminho do hospital.

Durante a madrugada a equipe da PM de Alvorada foi informada sobre um furto em andamento em uma loja de matérias de construção da cidade. No local os policiais encontraram o proprietário do estabelecimento e outra testemunha. O dono da loja abriu a porta para os policiais verificarem o que estava acontecendo. Os policiais observaram que havia uma pessoa no interior da loja e outra estava no telhado.

O indivíduo que estava no telhado teria apontado, segundo a polícia, um objeto para os policiais como se fosse uma arma de fogo e teria feito menção de atirar, momento em que foi baleado. O outro indivíduo fugiu do local levando objetos em uma bolsa. O indivíduo atingido foi retirado do telhando e encaminhado por uma ambulância ao hospital local, sendo posteriormente levado para a cidade de Gurupi. No caminho ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Ele estava com uma tornozeleira eletrônica e por meio do número os policiais identificaram sua origem. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal – IML de Gurupi.

Momentos depois o outro suspeito que havia fugido foi capturado pela PM quando saía de um matagal nas proximidades dos Correios. Na mochila do suspeito os policiais encontraram um simulacro de arma de fogo tipo pistola, um alicate, três chaves de fenda, um bico de furadeira, uma touca tipo ninja, peças de roupas, R$ 599,00 em dinheiro, e R$ 49,00 em moedas, além de um mandado autorizando a saída temporária do detento. Ele também estava com uma tornozeleira eletrônica. Em seus pertences os policiais localizaram ainda anotações de uma conta bancária para onde deveria ser depositado o dinheiro furtado. O indivíduo e todo material recuperado foram encaminhados à Delegacia para os procedimentos legais.