Estado

Foto: Divulgação Servidores nas galerias da AL, no último dia 10 Servidores nas galerias da AL, no último dia 10

As categorias de servidores públicos em greve no Tocantins - educação, saúde e quadro geral- estarão concentradas na manhã desta terça-feira, 23, na Assembleia Legislativa. Em greve há mais de dez dias, o objetivo é pressionar os deputados estaduais para que intervenham junto ao Governo do Estado nas negociações com os grevistas. 

Ao Conexão Tocantins, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Estado (Sisepe/TO), Cleiton Pinheiro afirmou na manhã de hoje, 23, acreditar que nessa semana os servidores terão resultados positivos. "Ontem a gente viu uma movimentação no Governo. O secretário da Administração (Geferson Barros) ficou muito tempo fora, não ficou pela manhã na Secretaria, e durante à tarde esteve com o Comitê Gestor", disse.  

Segundo o Sisepe, até agora o governo tem se mostrado inflexível para a demanda dos servidores que é o pagamento da data-base de 2016 e o pagamento dos retroativos  de 2015. Os grevistas querem que os deputados sejam mais atuantes na mediação. "Com relação aos deputados, hoje vamos acreditando que consigamos avançar um pouco mais", disse Cleiton Pinheiro.

Segundo Cleiton, todos os parlamentares tem declarado apoio aos servidores em greve mas que até agora não conseguiram avançar nas negociações. Uma comissão foi composta por deputados e a líder do Governo Valderez Castelo Branco (PP) tem se colocado à disposição dos grevistas, mas não vem surtindo efeitos, segundo o Sisepe. 

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sintras), Sindicato dos Profissionais da Enfermagem (Seet), Sindicato dos Peritos Oficiais (Sindiperito), Sindicato do Trabalhadores em Educação (Sintet) e Sisepe são os sindicatos em que seus servidores buscam por direitos e que estão unidos pela data-base.  

Hoje em Taguatinga os servidores fazem uma “Caminhada contra o calote” com saída às 17 horas,  frente à Igreja Matriz.

O Conexão Tocantins solicitou e aguarda posicionamento do Governo do Estado. 

Por: Redação

Tags: Cleiton Pinheiro, Greve, Greve Geral, Sisepe