Polí­tica

Foto: Divulgação Genésio teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado Genésio teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado

Cassado em 2014 por captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico, o ex-prefeito de Guaraí Genésio Ferneda teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE-TO) na última terça, 16. Após a rejeição em junho deste ano, a defesa entrou com um embargo para um novo julgamento e novamente o parecer foi desfavorável ao ex-gestor.

Os conselheiros do TCE decidiram pela rejeição pelas irregularidades de “Descumprimento do limite legal da despesa com pessoal, sem a adoção das medidas de recondução e a não recondução do montante da despesa total com pessoal que excedeu o limite legal na forma e nos prazos da lei”, e “Registros contábeis incorretos sobre fatos relevantes, implicando na inconsistência dos demonstrativos contábeis e a não consonância entre o saldo financeiro para o período seguinte e o saldo financeiro do período anterior sendo encontrada uma divergência de R$ 961.695,69”.

Mesmo com a cassação e a rejeição das contas, Genésio Ferneda atua nos bastidores das eleições de Guaraí em 2016, uma vez que sua esposa, Lires Ferneda, é candidata à Prefeitura Municipal. O boletim que traz a decisão completa pode ser acessado em http://www.tce.to.gov.br/Boletim/Arquivos/c2940ded00a952847c895b1bfca4f6bd.pdf.