Polí­tica

Foto: Clayton Cristus

O deputado estadual Wanderlei Barbosa (SD) desmente declarações feitas pelo maior apoiador da candidatura de Carlos Amastha (PSB) da coligação “Palmas Bem  Cuidada”, Tiago Andrino, que fala que Wanderlei votou pelo aumento de impostos do governo no ano passado.

Para o deputado, "a declaração de Andrino além de infeliz não é verdadeira". Wanderlei sempre disse na tribuna da Casa de Leis que não vota em carga tributária para o povo pagar. Ao contrário das afirmações, o deputado critica a gestão de Palmas, em que a única obra do candidato à reeleição, Amastha, é aumentar imposto e penalizar a população, principalmente o empresário e que o IPTU praticado na Capital é um dos mais caros do País.

O deputado Wanderlei Barbosa não só votou contra o pacote de impostos do governo, como deixa claro que decretos, projetos e portarias, que venham penalizando o contribuinte tocantinense, não tem seu voto favorável.

Disse ainda que é um erro transferir para o usuário, para o povo do Estado, os erros praticados por governantes que aumentam a folha de pagamento, as despesas, tiram o poder de investimento do Estado e tentam transferir todas as questões para a população. Para Wanderlei, as tentativas do grupo de Amastha em tentar confundir a cabeça da população "só mostra o desespero de quem está perto de deixar o poder", disse.