Estado

Foto: Divulgação  Educadores de sete estados brasileiros foram premiados Educadores de sete estados brasileiros foram premiados

O Estado do Tocantins foi um dos premiados e teve reconhecimento público pela instituição De Olho nos Planos, com dois relatos de ação do Plano Estadual de Educação (PEE) inscritos nas categorias Experiência participativa e Propostas de monitoramento. A premiação dos 15 relatos selecionados foi realizada na manhã desta sexta-feira, 2, no auditório do Centro de Convenções Arnoud Rodrigues, em Palmas, durante a realização do XXVI Encontro Nacional dos Conselhos Municipais de Educação.

Foram premiados experiências dos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Alagoas, Manaus, Paraná, Pernambuco e Tocantins. O prêmio representa um reconhecimento público na participação e elaboração do Plano Nacional de Educação.

Os dois relatos premiados representaram o trabalho das educadoras Jucylene Borba, superintendente de Desenvolvimento da Educação, Juventude e Esportes do Tocantins; Joana D’Arc Santos, secretária executiva do Conselho Estadual de Educação e Cristiane Bazzo, técnica do Conselho.

Cristiane Bazzo falou em nome do grupo e relatou o que representou para o Tocantins a elaboração do Plano Estadual de Educação. “Contamos com 678 audiências públicas, e estas foram realizadas nas escolas com a participação de professores e alunos. Tivemos audiências municipais nos 139 municípios do Tocantins, audiências regionais nas 13 Diretorias Regionais de Educação e realizamos a etapa estadual, com a presença de 480 delegados. O nosso plano contou com uma participação relevante e foi construído coletivamente”, frisou Cristiane.

A professora Jucylene Borba explicou que esse reconhecimento significa a oportunidade de divulgar o trabalho realizado no PEE. Ela destacou as parcerias e a importância da participação dos movimentos sociais no monitoramento e acompanhamento das metas traçadas no Plano.

Do Tocantins, também foram premiados os educadores Aldaíres de Sousa e Rosilene Lagares, pelo trabalho realizado pelo Observatório do Plano, pela Universidade Federal do Tocantins (UFT).

A educadora Dalva Martins, do município de Manari, Pernambuco, contou quando soube que o seu relato teria sido premiado, houve festa no município. Manari tinha sido foco de várias notícias por ser o município do Brasil, com menor IDH. “Nós reagimos, e com ações educativas conseguimos reverter esses indicadores. Com o nosso Plano de Educação envolvemos todos os níveis de educação, começando pela creche, a pré-escola, fortalecendo a base e promovemos a participação de todos”, frisou Dalva.