Polí­tica

Foto: Antônio Gonçalves José Mamédio (com o microfone) José Mamédio (com o microfone)

O ex-superintendente de Igualdade Racial do governo Amastha, José Mamédio, declarou apoio à candidatura de Raul Filho (PR) a prefeito de Palmas. A declaração foi dada na noite dessa segunda-feira, 5, durante reunião realizada pelo candidato a vereador Índio da Central Gesso, no setor Santo Amaro.

Mamédio afirma ter sido julgado e punido, classificado por ele como uma forma de preconceito institucional. “Levantei a bandeira de quem me traiu e traiu o povo. Estou aqui para tirá-lo [Amastha] de onde nunca deveria ter tomado posse”, declarou.
Citando perseguição política, Raul Filho fez um resumo de pessoas e instituições que foram pagas para derrubar sua candidatura. “Mas sempre confiei em Deus, e isso foi um processo natural das coisas, o sentimento nas ruas foi mais forte. Hoje estamos aqui com nossa candidatura e à frente nas pesquisas”, explicou.

“Fui inocentado na operação ‘João de Barro’, quando em 2008 a Polícia Federal foi na minha residência e não encontraram nada que comprovasse e até hoje não conseguiram provar as acusações. A partir daí, decidi continuar sendo candidato”, acrescentou.

Quiosques

Raul Filho garantiu apoiar os empresários do ramo alimentício, que contribuem para a geração de emprego e distribuição de renda, com seus quiosques. “Não podemos retroceder, com perseguições ao empreendedor; devemos dar apoio tanto para o grande quanto para o pequeno investidor”, defendeu.

Asfalto Santo Amaro

O candidato a vereador Índio da Central Gesso criticou a atual gestão por fazer propaganda de obras inacabadas. De acordo com o candidato, o asfalto do Setor Santo Amaro ainda não foi 100% concluído, e os trabalhos continuam parados e “sem previsão para o recomeço”.

Por: Redação

Tags: Eleições 2016, João Campos, PR, PSC, Raul Filho