Polí­cia

Foto: Divulgação

Um bebê de três meses teria sido levado de sua residência em Miranorte/TO na manhã desta última quinta-feira, 8, por uma mulher de 36 anos, após esta prometer benefícios à criança, sendo o recebimento regular de leite em pó. Segundo a mãe da criança, a mulher teria dito que precisaria das cópias de documentos pessoais dela e do bebê, e em sua inocência e necessidade, esta saiu para providenciar o material, deixando a filha na companhia da acusada, que teria levado a criança.

A Polícia Militar da 6ª Companhia Independente foi acionada e por meio do levantamento de informações e buscas, os policiais localizaram um taxista que teria transportado uma mulher e um bebê até o ponto de van onde a autora informou que iria para o município de Itaporã/TO. Os militares seguiram em direção à rota do veículo até Rio do Bois, onde verificaram que a mulher desceu com a criança, sendo que um homem em uma motocicleta preta já a aguardava.

Os militares continuaram as buscas até localizarem o casal e o bebê em uma fazenda próxima. Os dois foram detidos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil em Miracema e a criança, após cuidados médicos, foi devolvida à mãe. Segundo o homem de 50 anos, detido juntamente com a autora, esta seria sua esposa e teria lhe dito que estava grávida e que seu filho teria sido raptado em Palmas/TO e a acusada o encontrou em Miranorte, onde ele acreditou na mulher e acabou preso, envolvido no suposto sequestro.

Participaram do resgate os policiais militares tenente Nunes, subtenente Durval, subtenente Alves, sargento Carneiro, sargento Melo e sargento Beijamim. 

Por: Redação

Tags: Polícia, Polícia Militar, Sequestro