Polí­tica

Foto: Divulgação

O candidato a prefeito de Palmas, Raul Filho (PR), da coligação "Coragem Pra Fazer Diferente", lamentou a ausência de seu principal opositor, Carlos Amastha (PSB), no debate promovido por acadêmicos da Unitins, no campus da Graciosa, na noite dessa segunda-feira, 19. O republicano disse que não tem fundamento a justificativa de Amastha para “fugir do debate”. No Twitter o prefeito criticou a organização do debate, ao dizer que “eleição não é jogo de futebol” por uma possível falta de segurança.

Para Raul Filho, a ausência e a “justificativa” foram desrespeitosas, tanto com os demais candidatos quanto aos acadêmicos da Unitins e da UFT. “Aqui só tem pessoas educadas e politizadas. O certo seria [Amastha] dizer que não quer debater propostas e ideias para a nossa cidade”, criticou.

Raul aproveitou a ocasião para discutir suas propostas para a capital, como apoio aos egressos do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), bolsa de estudos para jovens em situação de vulnerabilidade social, ampliação do efetivo da Guarda Metropolitana e a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) nas proximidades da 1.306 Sul.

Em relação à educação, o candidato reafirmou seu compromisso de zerar o déficit de vagas na educação infantil. Atualmente, cerca de cinco mil crianças estaria na fila de espera. “Vamos mudar isso, como já fizemos em nossa gestão, com a construção de novos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs)”.

Elegível

Questionado pela vice-governadora e candidata a prefeita Cláudia Lelis (PV), Raul lembrou que ele está elegível, e que os adversários tentam, sem sucesso, relembrar esse assunto. “Não estou inelegível, muito menos até 2020, como o marido da senhora, o Marcelo Lelis”, disparou.

Por: Redação

Tags: Eleições 2016, João Campos, PR, PSC, Raul Filho, Unitins