Economia

Foto: Divulgação

Em setembro, a maior parte dos consumidores palmenses participantes da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), afirmaram que o cartão de crédito é a maior dívida que possuem. Realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins, a pesquisa foi aplicada no final de agosto.

Essa parcela corresponde a 74,1% dos entrevistados. Em segundo lugar estão os carnês, opção de 25,4% dos consumidores e, em seguida, o financiamento do carro, com 22,1%. “Percebemos que o cartão de crédito está à frente das outras modalidades de pagamento a prazo e é a preferência do palmense, em quase todos os meses pudemos perceber este comportamento”, comenta o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni.

Dados

No geral, a PEIC revela uma queda de 0,2% no número de famílias que se consideram endividadas. Em setembro, 70,8% dos consumidores disseram ter dívidas, contra os 71% de agosto.

O número dos que afirmaram ter contas em atraso subiu de 18,8% em agosto para 20,4% em setembro. E, entre os inadimplentes, apenas 0,4% disseram que não conseguirão quitar as dívidas no próximo mês.

O tempo de pagamento das dívidas mais citado foi de 30 dias, confirmado pela maioria 43,2%. O tempo médio em dias para esse pagamento ficou em 46 dias. Cerca de 70% dos consumidores comprometeram de 11% a 50% da renda total com as dívidas e 49,3% possuem contas longas, com duração acima de um ano.

A PEIC

Foram entrevistadas 500 famílias palmenses divididas em duas categorias: as que recebem até 10 salários mínimos/mês e as que ganham mais de 10 salários mínimos. Os números aqui destacados são do índice geral, ou seja, das duas categorias pesquisadas. A PEIC de setembro foi aplicada nos últimos 10 dias de agosto.

Por: Redação

Tags: Fecomércio, Itelvino Pisoni