Polí­tica

Foto: Divulgação

Para conscientizar a população e os partidos políticos sobre as consequências do derrame de “santinhos” nos municípios, o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) criou a campanha Eleições Sem Sujeira, que traz soluções alternativas para o descarte do material utilizado nas campanhas políticas.

Segundo a assessora de planejamento e gestão do TRE-TO, Wagna Ribeiro, as consequências do derrame de “santinhos” são graves para o meio ambiente e para os municípios. “Muitos candidatos descartam os materiais que sobraram de suas campanhas em vias públicas e próximas às sessões de votação, o que acaba resultando em uma poluição do espaço urbano, correndo o risco de, em casos de chuva, entupir bueiros”, explicou.

O diferencial da campanha é a apresentação de soluções alternativas para o descarte desses materiais remanescentes que foram utilizados nas campanhas políticas. “Uma saída para o descarte desses materiais é a doação para associações de reciclagem, o que seria uma atitude ecologicamente correta sem poluir o meio ambiente caso fossem jogados no lixo”, acrescentou Wagna Ribeiro.

Dados do TSE

Nas eleições de 2014 o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) computou que foram utilizados o equivalente a 10 milhões de folhas de papel A4 para produção de material de campanha eleitoral e aproximadamente 30% desse material foi descartado no meio ambiente.