Estado

Foto: Thaís Souza

Os secretários de Estado que integram o Consórcio Brasil Central (CBC), reunidos em suas respectivas câmaras técnicas: Educação, Turismo e Saúde, e no Conselho de Administração, discutiram em Porto Velho (RO), nessa quinta-feira, 6, programas e projetos de interesse comum aos integrantes do grupo. As reuniões marcaram a abertura da 5ª Reunião do Fórum de Governadores do Brasil Central de 2016. 

As mudanças no ensino médio, com a aplicação do ensino integral, teve principal destaque na Câmara Técnica de Educação. O tema foi abordado pelo secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Rossieli Soares, e pelo presidente do Instituto Ayrton Senna, Mozart Neves Ramos. 

A secretária de Estado da Educação de Rondônia, Fátima Gaviolli, apresentou projetos da área desenvolvidos pelo governo daquele estado. A secretária de Educação, Juventude e Esporte do Tocantins, Wanessa Sechim, destacou que a Medida Provisória n° 746 precisa ser debatida entre todos os envolvidos no processo de ensino."As mudanças requerem uma ampla mobilização da comunidade educacional e a sua implementação tem impactos e efeitos. Cada Estado está analisando a medida para poder fazer a sua implementação. Nós, secretários estaduais, preparamos um documento que amanhã será entregue aos governadores esclarecendo os impactos e efeitos pois, para sua implantação, é necessário o apoio dos governadores", destacou.  

O projeto de turismo integrado para o Brasil Central, apresentado pelo Tocantins em agosto deste ano, no Encontro de Bonito (MS), resultou na criação da Câmara de Turismo instalada nesta quinta-feira, com técnicos dos estados que compõem o CBC. Após a instalação, houve discussão sobre o Plano de Ação para 2017 do Projeto de Integração e Promoção do Turismo nos Estados do Consórcio Brasil Central. 

Também se reuniram pela primeira vez os secretários de Estado da Saúde. Eles instalaram a Câmara Técnica de Saúde e defenderam a parceria a ser firmada com o Hospital Sírio Libanês, com foco na gestão de unidades de saúde. O assunto foi levado ao encontro pelo diretor-geral do Instituto de Responsabilidade Social do Hospital Sírio Libanês, Dr. Antônio Carlos Onofre de Lira. Na reunião também foi apresentada a experiência do sistema de informação para monitoramento da dengue, pelo coordenador estadual de controle da dengue, chikungunya e zika, professor da Universidade Federal de Rondônia, Ednaldo Lira Cavalcante. 

Os secretários de Estado de Planejamento, reunidos no Conselho Administrativo, debateram metas mobilizadoras para o segundo semestre de 2016 e as transações de mercadorias de Rondônia com as demais unidades da federação e, especialmente, com integrantes do Consórcio Brasil Central, tema que também será tratado no Encontro de Governadores. Na ocasião, os secretários fizeram os encaminhamentos acerca das deliberações das Câmaras de Turismo, Educação e de Saúde à Assembleia de Governadores. 

Nesta sexta-feira, 7, o governador Confúcio Moura  de (RO) deve receber os demais chefes de estados membros do Consórcio Brasil Central: Marconi Perillo (GO), Reinaldo Azambuja (MS), Marcelo Miranda (TO), Pedro Taques (MT) e Rodrigo Rollemberg (DF). A expectativa, conforme anunciado no encontro de Bonito, é que o governador do Maranhão, Flávio Dino, já participe do Fórum como membro efetivo. Ele já vinha participando como convidado. 

A Assembleia de Governadores tem previsão de começar às 8h30 desta sexta, com entrevista coletiva, seguida pelas deliberações sobre as pautas discutidas pelo Conselho Administrativo. Neste encontro será assinada a parceria com o Hospital Sírio Libanês, conforme debatido na Câmara Técnica de Saúde.