Educação

Foto: Dirceu Leno

Foi realizada na noite da última sexta-feira, 7, no auditório da Universidade Federal do Tocantins, Campus de Tocantinópolis, audiência pública para discutir a implantação do Curso de Direito no município. O encontro contou com a participação de representantes da comunidade civil organizada, autoridades políticas, professores, acadêmicos e sociedade em geral.

A implantação do curso de Direito poderá ser o marco na história de Tocantinópolis, visto que o município é dotado da ausência quanto a oferta de qualificação profissional superior concernente a esta área. A proposta de criação do novo curso deve ser votada ainda este ano, em Palmas.

De acordo com a advogada e membro da Comissão de Implantação do Curso, Daiany Jácomo, um dos passos mais importante em favor do projeto já foi concretizado. “A aceitação e apoio da população de Tocantinópolis e cidades vizinhas é fundamental para que sejamos contemplados. Trabalhamos duro, mas acredito que atingiremos nosso objetivo. Criamos adeptos, apaixonados e guerreiros que estarão com toda a Comissão para a criação do curso de Direito na UFT de Tocantinópolis”, comentou.

Daiany, que também é presidente da Subseção da OAB de Tocantinópolis, destacou o orgulho em fazer parte da comissão, bem como do apoio recebido da população local das cidades circunvizinhas. “Tocantinópolis aceitou a nossa ideia e recebeu o nosso projeto como um objetivo em comum. Alcançamos o nosso objetivo. Tocantinópolis e todas as cidades vizinhas querem e anseiam por esse curso”, frisou.

A professora e diretora do Campus de Tocantinópolis, Drª Francisca Rodrigues lembrou a árdua luta e a trajetória incansável dos discentes e docentes na busca da concretização do Campus de Tocantinópolis, na época pertencente a Unitins. “Já faz 25 anos que estamos formando grandes profissionais, que ao todo já somam mais de 1 mil acadêmicos. Agora para contemplarmos nossa cidade e as da região, o projeto de expansão da universidade é um anseio de todos e isso mostra bem claro na receptividade que estamos tendo em prol da criação do Curso de Direito em Tocantinópolis. Isso será bom não só para o município, como também para toda da região”, explicou.

Por: Redação

Tags: Daiany Jácomo, Tocantinópolis