Esporte

Foto: Adilvan Nogueira Aluno Hugo Souza Tosta Aluno Hugo Souza Tosta

Motivados a alcançar bons resultados nas Paralimpíadas Escolares deste ano, a delegação tocantinense embarca na próxima segunda-feira, 21, rumo à capital paulista, onde acontecem as competições. Os jogos serão disputados no período de 21 a 25 de novembro com a participação de mais de 700 atletas de todo o País.

O Tocantins será representado por 12 paratletas que disputarão três modalidades: atletismo, tênis de mesa, além da bocha paralímpica, esporte em que os atletas usam cadeiras de rodas e têm o objetivo de lançar as bolas coloridas o mais perto possível de uma branca. É permitido usar as mãos, os pés, instrumentos de auxílio e até ajudantes, no caso dos atletas com maior comprometimento dos membros.

De acordo com a chefe da delegação do Tocantins, Keilla Cristine Nunes Gonçalves, os paratletas do Estado intensificaram a preparação para o evento e têm condições de chegar ao pódio. “Estamos confiantes e com a expectativa de trazer medalhas para o Tocantins. Os atletas estão empolgados e motivados devido à rotina de treinos e em razão dos resultados conquistados pelos paratletas do Estado no ano passado”, relata.

Segundo Keilla Cristine, os representantes do Tocantins também intencionam ser medalhistas das Paralimpíadas Escolares 2016 como forma de homenagear a paratleta do Tocantins, Joelmária Araújo, que faleceu recentemente. “Será uma maneira de dar continuidade ao legado de dedicação e superação que ela deixou. O exemplo da Joelmária e as medalhas conquistadas por ela em tantas competições são fonte de inspiração para os atletas que compõem a delegação atual”, frisa.

Parajets

Para chegar à competição nacional, os paratletas tocantinenses participaram dos Jogos Paradesportivos do Estado do Tocantins, os Parajets, realizados pelo Governo do Tocantins por meio da Secretaria de Educação, Juventude e Esportes (Seduc). Na edição deste ano, mais de 50 atletas de diversos municípios competiram nos Parajets representando as Diretorias Regionais de Educação de Palmas, Paraíso, Miracema, Porto Nacional, Dianópolis, Colinas, Guaraí, Araguaína e Tocantinópolis.

Paralimpíadas

As Paralimpíadas Escolares são organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro com o intuito de fortalecer o esporte paralímpico desde a base. Ao longo dos anos, os Jogos já revelaram nomes importantes do paradesporto, como Alan Fonteles, campeão dos 200m nos Jogos de Londres 2012; a saltadora Lorena Spoladore, campeã mundial em Lyon 2013 e medalha de prata em Doha 2015; e o velocista recordista mundial dos 200m T47, Petrúcio Ferreira.

Medalhista no Circuito Caixa Loterias

Ao incentivar a prática do desporto entre os estudantes deficientes, os Parajets têm descoberto talentos como os atletas Ilquias Lopes e Rhailma de Souza que disputaram, nos dias 12 e 13 deste mês, a etapa nacional do Circuito Caixa Loterias de Paratletismo, em São Paulo. Ilquias encerrou a temporada 2016 como vice-campeão brasileiro na categoria F46 deficiente físico no arremesso de dardo e Rhailma foi a 5ª colocada no arremesso de peso F2 deficiente intelectual.

Ilquias foi campeão nos Parajets e nas Paralimpíadas Escolares 2015, trazendo para o Tocantins três medalhas de ouro: no dardo, nos 100m e no salto em distância, além de ter batido o recorde nas três provas. Rhailma foi campeã no Parajets em 2014 e nas Paralimpíadas Escolares do mesmo ano, quando conquistou a medalha de bronze na prova de arremesso de peso.