Saúde

Foto: Luciana Barros urso visa  ampliar o número de profissionais atualizados sobre os protocolos de manejo de pacientes diagnosticados por essas doenças urso visa ampliar o número de profissionais atualizados sobre os protocolos de manejo de pacientes diagnosticados por essas doenças

Baixa adesão leva à prorrogação das inscrições para o Curso de Atualização em Epidemiologia e Manejo Clínico de Dengue, Febre Chikungunya e Zika para médicos e enfermeiros que a Secretaria de Estado da Saúde está oferecendo para os 139 municípios do Tocantins. 

O objetivo do curso é ampliar o número de profissionais dos serviços públicos e privados de saúde atualizados sobre os protocolos de manejo de pacientes diagnosticados por essas doenças. No entanto, desde a abertura das inscrições apenas oito profissionais manifestaram interesse. 

As inscrições se encerrariam na próxima segunda-feira, 21, no entanto, serão prorrogadas até o dia 25 de novembro. O curso oferece vagas para todos os 139 municípios, com previsão de uma vaga para médico e uma vaga para enfermeiro. 

O curso é presencial e acontece nos dias 6 de dezembro, para médicos, e 7 de dezembro, para enfermeiros, em Palmas. Podem participar profissionais que atuam em serviços da Atenção Básica, de Média e Alta Complexidade.

O conteúdo programático do curso inclui as últimas atualizações feitas pelo Ministério da Saúde acrescidas aos protocolos de manejo clínico da dengue, zika e chikungunya. Segundo o gerente estadual de Vigilância das Arboviroses, Evesson Farias, também serão apresentados estudos de casos aos médicos e enfermeiros. “Esses profissionais serão orientados sobre como atuar na condução do tratamento e do acompanhamento do agravo. Também serão apresentados estudos de casos para exemplificar situações diferentes do que acontece na rotina de atendimento”, completa.

Como se inscrever

Para se inscrever, os profissionais interessados ou selecionados pelas secretarias municipais de saúde devem enviar formulário de inscrição devidamente preenchido para vigicasos.arbo@gmail.com. Os formulários estão disponíveis para download na página da Secretaria de Estado da Saúde. Dúvidas sobre as inscrições podem ser sanadas pelo telefone (63) 3218-3210.

Cenário epidemiológico

Em todo o Estado, de 1º de janeiro a 20 de outubro de 2016 foram notificados 18.092 casos suspeitos de dengue, dos quais 5.709 foram confirmados; 1.966 casos suspeitos foram notificados para chikungunya, dos quais 301 casos tiveram confirmação do quadro. No mesmo período, 10.136 casos suspeitos foram notificados e 1.670 confirmados para zika.