Estado

Foto: Divulgação

A tarde desta última segunda-feira (28/11) foi de conhecimento e descobertas para a turma do 6º ano do Colégio Olimpo. Através do projeto “Por Dentro do Palácio da Justiça”, os alunos visitaram a sede do Poder Judiciário em Palmas, e viram de perto os bastidores da Justiça no Tocantins.

Conduzidos pelo personagem Joaquim Theotônio Segurado, interpretado pelo ator Osmar Casagrande, o passeio da turminha começou pelo Auditório Feliciano Machado Braga. Lá os alunos já demonstraram curiosidade, fizeram perguntas e tiraram fotos no local.

A viagem histórica também passou pelo Salão da Autonomia, onde Theotônio apresentou à turma os quadros que homenageiam o Marquês São João da Palma, o juiz Feliciano Machado Braga e, cheio de orgulho, o personagem também mostrou o seu próprio retrato e falou sobre a participação de cada um dos homenageados na luta pela criação do Tocantins.  

Em passagem pelas câmaras cíveis e criminais os alunos aprenderam mais sobre o trabalho dos magistrados, e já na Galeria dos Ex-Presidentes e dos Desembargadores, eles conheceram os rostos dos que ajudaram a construir a história da Justiça no estado.

Ao final da visita, a turma foi recebida pelo presidente do TJ, desembargador Ronaldo Eurípedes, no gabinete da Presidência. Em uma conversa descontraída, o magistrado falou sobre a importância do Judiciário na vida dos cidadãos. 

A ação foi coordenada pela professora Selma Noleto, e segundo ela, “o conhecimento é fundamental para despertar a empatia nos jovens. Eles precisam conhecer para cuidar, desenvolver o senso de Justiça e levar isso à família e à comunidade”, completou.

A aluna Ana Laura Dellano ficou feliz com a nova experiência e falou sobre a ansiedade de partilhar os conhecimentos adquiridos com a visita. “Eu gosto muito de teatro e em casa, vou contar à minha mãe o quanto foi legal. Aprendemos muitas coisas de um jeito divertido e diferente”.

Aos 11 anos de idade, o aluno Álvaro Campelo afirmou que quer ser advogado e a visita teatralizada ao prédio do TJ fez com que o garoto ficasse ainda mais convicto de sua escolha. “Eu sempre admirei o trabalho dos que lidam com a Justiça e aqui no Tribunal deu pra ver tudo de perto e ainda conhecer a história e saber como tudo começou. Foi muito legal”, ressaltou. 

As visitas do projeto “Por Dentro do Palácio da Justiça” estão abertas para turmas de alunos, estudantes universitários e ao público em geral.