Estado

Foto: Antônio Gonçalves Palmas é um dos 30 municípios que receberão o selo do Tocantins Palmas é um dos 30 municípios que receberão o selo do Tocantins

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) realizará nesta quarta-feira, 30, no Palácio Araguaia, em Palmas/TO, a cerimônia de entrega do Selo Unicef a 30 municípios reconhecidos por promover avanços em indicadores sociais e fortalecer políticas públicas para melhorar a vida de crianças e adolescentes do Estado. 

O evento contará com as presenças da representante adjunta do Unicef no Brasil, Esperanza Vives; do gerente de programas do escritório do Unicef em Belém (PA), Antônio Carlos Cabral; prefeitos, secretários estaduais e municipais, além de conselheiros de direitos e adolescentes.

A ação faz parte do encerramento da 2ª edição do Selo Unicef Município Aprovado na Amazônia, que começou em 2013. De 22 de novembro a 2 de dezembro, serão realizadas nove cerimônias estaduais de certificação dos municípios que chegaram até a etapa final do programa em cada Estado.

Os 30 municípios reconhecidos por promover avanços em indicadores sociais são: Palmas, Araguaína, Gurupi, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional, Aliança do Tocantins, Araguanã, Arapoema, Brasilândia do Tocantins, Chapada de Areia, Colinas do Tocantins, Colmeia, Dianópolis, Guaraí, Palmeirópolis, Pedro Afonso, Pium, Santa Rita do Tocantins, Talismã, Xambioá, Araguacema, Babaçulândia, Goianorte, Santa Rosa do Tocantins, São Valério da Natividade, Dois Irmãos do Tocantins, Juarina, Recursolândia, Rio Sono, Sítio Novo do Tocantins. No total, 111 municípios tocantinenses aderiram ao Selo.

Sobre o Selo Unicef

O Selo Unicef Município Aprovado é uma certificação internacional concedida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) que reconhece avanços reais e positivos na vida de crianças e adolescentes, valorizando o esforço de municípios em ampliar e melhorar políticas públicas que promovam, protejam e realizem direitos de crianças e de adolescentes. Na primeira edição do Selo, ocorrida entre 2009 e 2012, pouco mais de 550 municípios aderiram à iniciativa.

Em 2013, 611 municípios da Amazônia aceitaram o convite para participar da segunda edição. Este resultado foi conseguido graças a uma forte articulação e apoio dos governos estaduais e parceiros privados e da sociedade civil. Nos últimos quatro anos, os municípios desenvolveram dezenas de atividades de mobilização. Ao todo, 294 municípios realizaram o 1º e o 2º Fórum Comunitário, etapas obrigatórias da iniciativa, além de outras atividades de participação social e de gestão.